blogspot visitor counter
Biblioteca Municipal de Grândola
Biblioteca Municipal de Grândola
Rua Dr. José Pereira Barradas 7570-281 Grândola tlf:269450080 fax:269498666 biblioteca@cm-grandola.pt
terça-feira, 31 de maio de 2016
Fado da rezinga
   "Esta manhã acordaste e não havia sol e a miúda gira do bar de sucos estava de folga e pegaste nos jornais como quem tenta desarmar o tédio de espera de alguma coisa que nunca chega. Hoje ensinaste uma palavra a uma escritora brasileira de cabelos selvagens e cérebro tão afiado como as facas de um mestre de sushi. Disseste: «Rezingão», esperando que ela, por ser escritora e conhecedora dos maneirismos anímicos dos bichos humanos, entendesse que, pela primeira vez desde que chegaste ao Rio de Janeiro, foi o estertor da melancolia e não o batuque do êxtase que tomou conta das tuas manhãs. No entanto, apesar do intercâmbio cultural entre escrevinhadores da mesma língua, hoje não foste nem bom nem generoso porque desejaste o atropelamento da velha que empatou a fila de supermercado e levantaste a voz para aqueles que te querem bem e tens de concordar com a pessoa que te disse: «A escrita é a tua namoradinha.»
   Hoje estarias pronto para sair na porrada ou para lançar o computador contra uma parede ou até para continuar a fugir, de cidade em cidade, esperando que alguém te apanhe e diga: «Fica quieto, rapaz.» Hoje vais continuar a escrever (a tua namoradinha, a tua namoradinha, a tua namoradinha) com o embalo da ventoinha no tecto e sabendo que há muito mais coisas além destas teclas e deste ecrã e que por isso tens de levantar-te, sair para a rua e perceber que por vezes é preciso aceitar que é o fado - e não apenas a novidade do samba ou dos dias tropicais onde se mistura o efémero e o denso - que serve de orquestra para o teu coração."
 
Hugo Gonçalves, in "Fado, samba e beijos com língua"

Etiquetas: