blogspot visitor counter
Biblioteca Municipal de Grândola
Biblioteca Municipal de Grândola
Rua Dr. José Pereira Barradas 7570-281 Grândola tlf:269450080 fax:269498666 biblioteca@cm-grandola.pt
segunda-feira, 31 de março de 2014
Vivam as Férias - Páscoa*2014


Nota : No dia 10 de abril a visita às Praias e ao Forte de Peniche é dirigida a jovens a partir dos 8 anos.

Etiquetas: ,

Semana da Leitura - Bibliotecas Escolares - 31 de Março a 4 de Abril
Novidades Livros

FANHA, José
A namorada japonesa do meu avô
82 LP-34 FNH (Inf)



MOTA, António
Os segredos dos dragões
82 LP-34 MTA (Inf)



TYLER, Val
O aprendiz do tempo: As crónicas de Greenwich
82 LE-311.3 TYL (Juv)


Etiquetas:

sexta-feira, 28 de março de 2014
Bom Fim de Semana
Ilustração de Catarina Sobral
vencedora do
Prémio Internacional de Ilustração 2014


Bom Fim de Semana

Etiquetas:

Poema da Semana
DIA NÃO

De paisagens mentirosas
De luar e alvoradas
De perfumes e de rosas
De vertigens disfarçadas
Que o poema se desnude
De tais roupas emprestadas
Seja seco, seja rude
Como pedras calcinadas
Que não fale em coração
Nem de coisas delicadas
Que diga não quando não
Que não finja mascaradas
De vergonha se recolha
Se as faces tiver molhadas
Para seus gritos escolha
As orelhas mais tapadas
E quando falar de mim
Em palavras amargadas
Que o poema seja assim
Portas e ruas fechadas

Ah! que saudades do sim
Nestas quadras desoladas

José Saramago, in "Os Poemas Possíveis"

Etiquetas:

Tributo a José Afonso


No dia 29 de Março, Dia Mundial da Juventude, pelas 22H30, irá realizar-se um concerto, no Cine Granadeiro - Auditório Municipal, com jovens músicos de Gândola. Este espectáculo está integrado nas comemorações dos 40 anos do 25 de Abril.

Esperamos por si

Etiquetas: , ,

quinta-feira, 27 de março de 2014
A Lenda do Cavalo Castiço
Filme com produção, realização e interpretação de grandolenses estreia esta 6.ª feira, 28 de março, às 22h, no Cine Granadeiro Auditório Municipal em Grândola.

A entrada para a estreia de “A Lenda do Cavalo Castiço” é gratuita. Os bilhetes são levantados no Cine Granadeiro no próprio dia, a partir das 20h30. Se a primeira sessão esgotar, será realizada de seguida uma segunda sessão.

"A Lenda do Cavalo Castiço" é um western em português e com pronúncia local. A história é de Ricardo Trindade e foi filmada na Vila Morena com atores grandolenses.

"Reza a lenda, que na Herdade do Cavalo Castiço foi encontrado ouro noutros tempos. Fausto, o dono da propriedade, é então avisado que a lenda se confirma.
Devido a esta descoberta inesperada, a ganância e febre do ouro cai sobre a pacata terra, trazendo consigo morte e destruição.
Apenas o temível ajudante do Xerife, Espingarda John, poderá restaurar a ordem".

Trailer “ A Lenda do Cavalo Castiço” http://vimeo.com/88688624 




Etiquetas: ,

Filme da Semana


O fundamentalista relutante

um filme de

Mira Nair


"Enquanto violentos protestos estudantis ecoam nas ruas de Lahore, o jovem professor paquistanês Changez Khan (Riz Ahmed) é entrevistado pelo jornalista americano Lincoln (Liev Schreiber).
Licenciado pela Universidade de Princeton, Changez vai falando a Lincoln do seu passado brilhante como analista financeiro de Wall Street, do seu mentor Jim Cross (Kiefer Sutherland), da sua bonita e sofisticada namorada Erica (Kate Hudson) e do futuro brilhante que ambos tinham pela frente.
Mas com o 11 de Setembro e o ataque às torres gémeas, Changez vê-se confrontado com um ambiente de perseguição e suspeita, motivado pela sua naturalidade, que o levam a regressar ao seu país e à família de quem adora. O seu carisma e inteligência acabam por o projetar como um líder, tanto aos olhos dos seus devotos estudantes paquistaneses como das desconfiadas entidades americanas.

O insuspeito encontro entre Lincoln e Changez rapidamente acaba por revelar o seu verdadeiro objetivo - um professor estrangeiro residente em Lahore foi raptado por extremistas e o tempo dado até à sua execução está a chegar ao fim.

Lincoln vai escutando atentamente o relato de Changez, enquanto esconde as suas próprias intenções. Conduzindo-nos através dos mundos culturalmente fascinantes de Nova Iorque, Lahore e Istambul, O FUNDAMENTALISTA RELUTANTE é uma exploração ao fenómono perturbador mas fascinante da globalização."

O FUNDAMENTALISTA RELUTANTE é uma obra da conceituada realizadora Mira Nair, sendo baseado no bestseller de Moshin Hamid

Etiquetas: ,

quarta-feira, 26 de março de 2014
29 de Março - Dia Mundial da Juventude - Tributo a José Afonso

Cine Granadeiro - Auditório Municipal

29 de Março - 22H30

Etiquetas: , ,

Livro da Semana

A Demanda de D. Fuas Bragatela

de

Paulo Moreiras


     "Nascido em Trancoso, no dia em que D. Dinis dava os seus últimos suspiros, D. Fuas Bragatela estava destinado a seguir o mester de seu pai, o de alfaiate, mas nele outros sonhos fervilhavam; tinha por crença e na tineta que as altas cavalarias lhe estavam na massa do sangue e, ignorando a modéstia das suas origens, demandava outras venturas e fortunas. Ainda novo saiu de casa e serviu a vários amos, com quem não aprendeu, contudo, muito mais do que os rigores da vida; e, depois de algumas curiosas peripécias, deu consigo a combater na batalha do Salado, mas dela não trouxe nem honra nem glória, apenas larica.
     Andou perdido pelo reino de Portugal e arribou a Salamanca, de onde se escamugiu dado e achado como licenciado em Medicina. Regressou a penates com o cheiro da peste colado às narinas e descobriu finalmente o seu destino, a demanda da sua vida: um dos maiores tesouros da Cristandade...
     Num romance pícaro, com recurso à linguagem da época tão irrepreensível como o retrato do Portugal medieval que ela ilustra - e onde não faltam alcoviteiras que fabricam hímens falsos, clérigos que vendem pedaços de céu, judeus dos sete ofícios, meirinhos corruptos, taberneiros e estalajadeiros manhosos, jovens efeminados, donzelas a transbordar de carnes e, sobretudo, rapagões esfomeados -, Paulo Moreiras oferece-nos as irresistíveis aventuras de uma personagem quixotesca, na qual existe um pouco de todos nós, portuguesinhos à beira-mar plantados. Parta, pois, o leitor em sua demanda e não se arrependerá em momento algum."

Etiquetas:

terça-feira, 25 de março de 2014
A Lenda do Cavalo Castiço

Cine Granadeiro - Auditório Municipal

28 de Março - 22H00

Etiquetas: ,

Secos e molhados
     "Há bocado os miúdos estavam lá fora, no condomínio, a jogar à bola, como acontece sempre que o tempo permite. Eram, no total, seis miúdos, mas às vezes são oito, outras vezes mais de dez, todos das mesmas idades, todos rapazes, todos a aproveitar o tempo até chegar a primeira voz de comando de uma mãe ou de um pai que chama para jantar. De repente, o sistema de rega automática disparou. E o Martim não resistiu. Deixou-se encharcar até às cuecas. Rodava na direcção da água, ria que nem um perdido, batia com os pés na terra feita lama, feliz. Da sua varanda, a minha mãe acenava, desesperada. Gritava com ele, que não podia ser. Gritava comigo, que vivo em frente, para o mandar para casa. Sentei-me no terraço, encolhi os ombros e fiquei, enternecida, a vê-lo, tão feliz, tão livre, tão criança.
     Este é o grande paradigma que marca a grande diferença entre mim e a minha mãe. Naquela cena, ela viu falta de regras... e doença. Constipação, gripe, pneumonia até. Eu, pelo contrário, naquela cena, só vi felicidade. Liberdade. Prazer. Se não for agora, aos quatro anos, quando é que ele se vai encharcar por um sistema de rega? Às vezes acho que um dos grandes problemas dos pais é quererem que os filhos se comportem como adultos em miniatura. E confundem educação com castração. Felizmente, julgo não sofrer desse mal. E assim, deliciados, eu e o Ricardo ficámos a ver o Martim a dançar com a roupa colada ao corpo, e o Manel com as mãos na cabeça, a olhar para nós em busca de aprovação ou censura. Sorrimos-lhe como que a dizer: vai tu também, força! E ele foi, com aquele sorriso de quem está a cometer uma infracção consentida.
     Que belo fim de tarde." 

Sónia Morais Santos, in "Cocó na fralda"

Etiquetas:

segunda-feira, 24 de março de 2014
Novidades Livros

SAID, S. F.
Varjak: O fora-da-lei
82 LE-311.3 SID (Juv)



SALGUEIRO, Tiago
Anedotas de animais ilustradas
398 SLG (Inf)



MOTA, António
A rosa e o rapaz do violino
82 LP-34 MTA (Inf)

Etiquetas:

sexta-feira, 21 de março de 2014
Bom Fim de Semana

Imagem retirada daqui




Bom Fim de Semana

Etiquetas:

Dia Mundial da Poesia
Para assinalar o Dia Mundial da Poesia, 21 de Março, a Biblioteca Municipal / Câmara Municipal de Grândola publicou três marcadores de livros com poemas de três autores – José Luís Tinoco, Hans Magnus Enzensberger e Millôr Fernades – para oferecer aos seus utilizadores neste dia.





Etiquetas:

quinta-feira, 20 de março de 2014
Filme da Semana

O Mordomo

um filme de 

Lee Daniels


"O Mordomo, baseado no argumento de Danny Strong e do realizador nomeado a um Oscar da Academia Lee Daniels (Precious; The Paperboy), é inspirado artigo de Will Haygood publicado no Washington Post sobre um Afro-Americano que serviu como mordomo (Forest Whitaker) a oito Presidentes na Casa Branca, por mais de trinta anos. A partir deste ponto de vista único, O MORDOMO traça as mudanças dramáticas que abalaram a sociedade Americana, desde o movimento pelos Direitos Civis, até à Guerra do Vietname, e a forma como essas mudanças afetaram a vida e a família deste homem."

Com um elenco de luxo, e para além de Forest Whitaker, O MORDOMO conta ainda com as participações de Operah Winfrey, John Cusack, Robin Williams, Jane Fonda, Lenny Kravitz, Cuba Gooding Jr., Vanessa Redgrave, Liev Schreiber, James Marsden e Alan Rickman, sendo a banda sonora composta por Rodrigo Leão.

Etiquetas: ,

quarta-feira, 19 de março de 2014
Meeting Surf & Bodyboard - 22 de Março, 9H30 - Praia do Carvalhal
Cinema - 20 de Março de 2014 - Alteração de Horário

Etiquetas: ,

Oficina de Arte em Feltro "As Quatro Estações" com a artesã Barbara Faber
No passado sábado, dia 15 de março, realizou-se uma Oficina de Arte em Feltro – As quatro estações, na Biblioteca Municipal de Grândola. Este workshop, dinamizado pela artesã Barbara Faber, foi uma das iniciativas do Projeto Educação Livre do Litoral Alentejano, um projeto educativo e inovador que nasce do encontro de pais e outras pessoas interessadas, que procuram para os seus filhos uma educação saudável, harmoniosa e humanista, com valores de Liberdade, Autonomia, Responsabilidade, Integridade e Solidariedade para a construção de um mundo melhor.











Etiquetas: ,

Livro da Semana

Um pai de filme

de

Antonio Skármeta


"Numa aldeia decadente e remota do Chile, onde uma simples ida ao cinema ou ao bordel implica uma viagem num velho comboio, também ele em vias de extinção, vive, com a sua mãe, um jovem professor primário cheio de sonhos literários e o natural desejo de encontrar o amor e descobrir o sexo.

 Nesse microcosmos, personagens magistralmente retratadas pelo autor vivem as suas vidas modestas, mas nem por isso desprovidas de sentimentos e ambições - a sua mãe, Cristián, o padeiro e grande amigo do seu pai, um francês que se foi embora da terra no próprio dia em que o mestre-escola, concluído o seu curso, regressava, as atraentes e casadoiras irmãs Gutiérrez, irmãs do seu aluno Augusto, um jovem de 15 anos, obcecado pelo desejo de perder a virgindade e ir pela primeira vez para a cama com uma mulher, outros alunos e uma prostituta que gosta de Geografia. Sem nada que o fizesse prever, aparece também Emílio, comme Zola, um bebé, filho ilegítimo do seu pai. 
 A acção é breve, mas intensa, e no final, Jacques, o professor, mais maduro, resolve os problemas sentimentais próprios e os daqueles que lhe são próximos.

 Nesta pequena novela de iniciação, que não deixará de nos fazer lembrar O Carteiro de Pablo Neruda e o seu inesquecível protagonista, Mário, o carteiro, Antonio Skármeta constrói, com uma enorme economia de meios, uma narrativa intensa e comovedora, na qual estão sempre presentes, como em toda a sua obra, uma enorme ternura e um humanismo que nos faz acreditar na bondade essencial do homem."

Etiquetas:

terça-feira, 18 de março de 2014
LOSKITANOS (Itália) Música Balcânica - Março, Mês da Juventude

Rua Infante D. Henrique

21 de Março - 23H00

Etiquetas: , ,

Dia do Pai - Sessão Fotográfica para Pais e Filhos - Março Mês da Juventude

Estúdio Jovem

19 de Março - 17H30

Etiquetas: , , ,

Cuidado com o que se diz...
     "Era Verão, tinha eu cerca de dezanove anos e tinha acabado de regressar da Dinamarca, onde comprara uns típicos ganchos de cabelo da conhecida marca dinamarquesa Buch and Deichmann. Todos os dias apanhava os meus longos cabelos castanhos com pares dos referidos ganchos de todas as cores, a combinar com as cores das roupas que vestia. Tinha azuis, amarelos, vermelhos, brancos, cor de laranja e uns verde-esmeralda que eram os meus preferidos.
     Tinha começado recentemente a namorar com um rapaz por quem estava realmente apaixonada e todas as noites, depois da discoteca ou de uma bebida nos bares de Cascais, ele levava-me a casa e ficávamos a namorar dentro do Fiat 127 à porta de casa dos meus pais...
     Certa noite, no meio dos beijos apaixonados contra a janela do carro, solta-se um dos ganchos e desaparece. Estava escuro e por mais que procurasse não o encontrei. Fiquei com pena... Perdia o par, tinha risco ao meio e assim como iria apanhar o cabelo do outro lado? No dia seguinte, com a luz do dia, procurei de novo... Nada... Como é que um gancho desaparecia num Fiat 127?
     Nessa noite, depois de nova sessão de beijos e outras coisas dentro do carro, virei-me para o meu namorado e disse:
     - Eu hei-de virar este carro do avesso, mas hei-de encontrar o meu gancho! (Que fixação!)
     Na semana seguinte, decidimos ir até Espanha passar uns dias de férias. Lá fomos no Fiat 127 com um calor imenso a atravessar a Andaluzia (não tínhamos ar condicionado). Eu tinha tirado a carta há pouco tempo, mas estava com vontade de conduzir nas auto-estradas espanholas, pois nós por cá ainda não tínhamos muitas, estávamos no início dos anos oitenta...
     A dada altura, o meu namorado resolveu que eu tinha que pegar no volante, mesmo ali na serra, e não esperar por auto-estrada nenhuma, porque não era aí que se aprendia a conduzir...
     E assim foi... Peguei no volante a medo e lá fui muito devagarinho. «Mais rápido», dizia ele, «Ultrapassa! Não vou atrás desta camioneta até Sevilha...»
     E eu obedeci. Ultrapassei. Despistei. Capotei... E quando saí do carro estava o gancho verde caído na relva.
     Eu tinha de facto virado o carro do avesso e encontrado o gancho, mas poderia ter tido custos altíssimos, mesmo da própria vida...
     O Fiat 127, esse, foi directo para a sucata.

Cristina Campos (Lisboa), in "Histórias devida"
   

Etiquetas:

segunda-feira, 17 de março de 2014
Artur e Clementina
No passado Sábado, dia 15, pudemos assistir à dramatização da história "Artur e Clementina", pelas funcionárias da Biblioteca Cátia Miquelino e Catarina Saldanha, que tiveram o apoio de Sofia Dimas no som. Ficam algumas fotografias desse momento.









Etiquetas: ,

Novidades Livros

ARENDT, Hannah
Eichmann em Jerusalém
94(100) RND



SAID, SF
Varjak
82 LE-311.3 SID (Juv)



LA FONTAINE, Jean de
100 fábulas de La Fontain
82 LE-34 FNT (Inf)


Etiquetas:

sexta-feira, 14 de março de 2014
Bailarico Metaleiro - 15 de Março

Pavilhão Nº 1

Parque de Feiras e Exposições de Grândola

a partir das 21H00






Etiquetas: ,

Sábado 15 de Março - Demonstração de Skate - Demonstração de Hip Hop - Grafitti ao vivo

Skate Park
Parque Desportivo Municipal

a partir das 14H00

Etiquetas: ,

Bom Fim de Semana

Francisco José Viegas (n. 14 de Março de 1962)

Imagem retirada de



Bom Fim de Semana

Etiquetas:

Poema da Semana
Na margem de um rio

São assim os amigos, frágeis, como dunas.
Altas labaredas os consomem
e dizem nomes, recados de amor.

Nada os habita quando damos as mãos,
os rostos recortados no frio azul
para reparar o que nos une e o que nos afasta.

São assim os amigos, vêm
com uma ferida móvel entre os dedos
junto de mim. Perdidos eu os encontro,
aos amigos,ao que por ser frágil perdura
como uma claridade, um nome branco.

Francisco José Viegas, in "Metade da Vida"

Etiquetas:

Artur e Clementina 15 de Março - 11H00

Esperamos por si!

Etiquetas:

quinta-feira, 13 de março de 2014
Cinema - 13 de Março de 2014 - Alteração de Horário

Etiquetas:

Filme da Semana

O Mordomo

um filme de 

Lee Daniels


"O Mordomo, baseado no argumento de Danny Strong e do realizador nomeado a um Oscar da Academia Lee Daniels (Precious; The Paperboy), é inspirado no artigo de Will Haygood publicado no Washington Post sobre um Afro-Americano que serviu como mordomo (Forest Whitaker) a oito Presidentes na Casa Branca, por mais de trinta anos. A partir deste ponto de vista único, O MORDOMO traça as mudanças dramáticas que abalaram a sociedade Americana, desde o movimento pelos Direitos Civis, até à Guerra do Vietname, e a forma como essas mudanças afetaram a vida e a família deste homem."

Com um elenco de luxo, e para além de Forest Whitaker, O MORDOMO conta ainda com as participações de Operah Winfrey, John Cusack, Robin Williams, Jane Fonda, Lenny Kravitz, Cuba Gooding Jr., Vanessa Redgrave, Liev Schreiber, James Marsden e Alan Rickman, sendo a banda sonora composta por Rodrigo Leão.

Etiquetas: ,

quarta-feira, 12 de março de 2014
Sessão de Divulgação de CD/DVD "Viva o Poder Popular", de José Afonso

Biblioteca Municipal de Grândola

15 de Março - 21H00

Etiquetas: , , ,

Oficina de Arte em Feltro "As Quatro Estações" com a artesã Barbara Faber

Inscrições:

Belinda Sobral - 966 439 481
Elisabete José - 965 837 846

Biblioteca Municipal de Grândola

15 de Março de 2014

15H00 - 18H00

Etiquetas:

Livro da Semana

Ele está de volta

de

Timur Vermes


"E SE HITLER VOLTASSE À ALEMANHA?
E SE OS ALEMÃES O RECEBESSEM DE BRAÇOS ABERTOS?
E SE..."

"Berlim, 2011. Adolf Hitler acorda num terreno baldio. Sente uma grande dor de cabeça. O seu uniforme tresanda a querosene. Olha à sua volta e não encontra Eva Braun. Nem uma cidade em ruínas, nem bombardeiros a riscar os céus. Em vez disso, descobre ruas limpas e organizadas, povoadas de turcos, milhares de turcos. E gente com aparelhos estranhos colados ao ouvido.

Começa assim o surpreendente primeiro romance de Timur Vermes, passado na Alemanha de Angela Merkel, 66 anos depois do fim da guerra. Hitler ganha nova vida. Na sociedade espetáculo, dos reality shows e do YouTube, o renascido Führer é visto como uma estrela, um comediante, que uma televisão sequiosa de novidades acolhe de braços abertos.

A Alemanha da crise, do Euro ameaçado, da austeridade, vê nele um palhaço inofensivo. Mas ele é real, assustadoramente real. E, passo a passo, maquiavelicamente, planeia o seu regresso ao poder - por via da televisão.

Sátira ferocíssima a uma sociedade mediatizada, narrado num registo arrepiadoramente fiel ao Mein Kampf, tem tanto de romance político como de crítica de costumes. Afinal, a Alemanha de Merkel, dominadora, obcecada pelo poder e pelo sucesso, está pronta para o receber... e Ele está de volta.

Ele está de volta dividiu a crítica alemã. Mas o seu humor negro apaixonou os alemães, que tornaram o livro (a ser editado em 35 países) num inesperado bestseller." 

Etiquetas: