blogspot visitor counter
Biblioteca Municipal de Grândola
Biblioteca Municipal de Grândola
Rua Dr. José Pereira Barradas 7570-281 Grândola tlf:269450080 fax:269498666 biblioteca@cm-grandola.pt
sexta-feira, 29 de julho de 2016
Animação de Verão * 2016 - Animação para a Infância
 
 
Jardim 1º de Maio
 
Sábado 30 de Julho - 11H00

Etiquetas: , , ,

Bom Fim de Semana
Peixes, pintado por Henri Carrières




Bom Fim de Semana

Etiquetas:

Poema da Semana
O PORTUGAL FUTURO

O portugal futuro é um país
aonde o puro pássaro é possível
e sobre o leito negro do asfalto da estrada
as profundas crianças desenharão a giz
esse peixe da infância que vem na enxurrada
e me parece que se chama sável
Mas desenhem elas o que desenharem
é essa forma do meu país
e chamem elas o que lhe chamarem
Portugal será e lé serei feliz
Poderá ser pequeno como este
ter a oeste o mar e a espanha a leste
tudo nele será novo desde os ramos à raiz
À sombra dos plátanos as crianças dançarão
e na avenida que houver à beira-mar
pode o tempo mudar será verão
Gostaria de ouvir as horas do relógio da matriz
mas isso era o passado e podia ser duro
edificar sobre ele o portugal futuro

Ruy Belo, in "País possível"

Etiquetas:

Biblioteca Itinerante - Horário e Percurso - Agosto
quinta-feira, 28 de julho de 2016
Filme da Semana
 
 
Mr. Holmes
 
um filme de
 
Bill Condon
 
 
 

Mr. Holmes traz uma nova perspetiva da vida do detetive mais famoso do mundo. Em 1947, um envelhecido Sherlock Holmes regressa de uma viagem ao Japão, onde, na procura de uma rara planta com poderosas propriedades curativas, testemunhou a devastação da guerra nuclear. Agora, na sua remota quinta à beira-mar, Holmes enfrenta os últimos dias a cuidar das suas abelhas, apenas com a companhia da sua governanta e de Roger, o filho mais novo dela.
 
Enquanto lida com a diminuição das suas capacidades mentais, Holmes confidencia ao rapaz as circunstâncias do caso não resolvido que o obrigou a reformar-se, procurando respostas para os mistérios da vida e do amor, antes que seja tarde demais."
 

Etiquetas: ,

quarta-feira, 27 de julho de 2016
Animação de Verão * 2016 - Animação para a Infância
 
 
Jardim 1º de Maio
 
Sábado 30 de Julho às 11H00

Etiquetas: , , ,

Animação de Verão - Jardim 1º de Maio - 28 de Julho
 
 
ANIMAÇÃO DE VERÃO 
 
Jardim 1.º de Maio
 
A Balada do Velho Marinheiro pelo Teatro do Mar
 
Quinta-feira 28 de Julho às 22H00
 
 
"Um marinheiro mata um albatroz que ajudou o seu barco a sair de uma intempérie. Devido à insensatez do seu ato, é vítima de uma maldição. Um a um, toda a tripulação morre, restando apenas o marinheiro que, apesar de todas as contrariedades, acaba por chegar a terra (...) "

Etiquetas: , , ,

Livro da Semana
 
O amor é vermelho
 
de
 
Sophie Jaff
 
 
   "Katherine Emerson nasceu para cumprir uma profecia secular, mas ela ainda não o sabe. No entanto, há um homem que o sabe: um assassino que persegue as mulheres da cidade de Nova Iorque, um monstro que os media pelidaram de Homem Foice devido à arma que utiliza para transformar os corpos das suas vítimas em telas para a sua arte perversa. Ele rouba mais do que a vida das suas vítimas, e cada morte aproxima-o mais da mulher que tem de possuir custe o que custar.
 
   Três mulheres são encontradas mortas com a pele gravada por sulcos de desenhos arcaicos e de significado intrincado, abrindo a contagem de uma longa lista de vítimas do mais recente assassino em série que vagueia pelas ruas da cidade.
  Quando, no clima de ansiedade desencadeado pelos misteriosos assassinatos, Katherine conhece David, a química entre os dois é imediata. David não é apenas bonito, é também culto, educado, atencioso. Mas Seal, o seu melhor amigo, é enigmático e contrastante: frio, hostil, e com uma intensidade perturbante.
   Sem se aperceber, Katherine vê-se envolvida num jogo de sedução em que as aparências não podem ser levadas em conta. Com o número de mortes a crescer, a cidade é tomada por uma psicose, e as raízes de uma história muito antiga estreitam-se em torno de Katherine e dos dois homens que lhe confundem o coração."  

Etiquetas:

terça-feira, 26 de julho de 2016
Animação de Verão * Jardim 1º de Maio - Animação Infantil
"A magia das águas"
 
Teatro do Mar
 
 








 

Etiquetas:

Animação de Verão * 2016
 
 
Jardim 1º de Maio
 
28 (22H00) e 30 (11H00) de Julho

Etiquetas: , , , ,

USHER
ilustração de Susa Monteiro
 
 
 
"Usher inventou poemas de levar água à boca. Um vidraceiro, séculos mais tarde, chamou-lhes copos, mas o carácter lírico de um objecto daqueles mantém-se com a mesma persistência da sede. E, de cada vez que levamos à boca um copo de água, há ali uma espécie de poema: sabemos que a água não tem sabor e, no entanto, não há líquido que sacie da mesma maneira. Usher sabia que o vazio que a água contém, algo tão neutro como uma página branca, tinha, o mesmo potencial: a ideia de tudo, a possibilidade de ser tudo.
Disse-o: O poema de levar água à boca encerra todo o espaço e todo o tempo possíveis."
 
Afonso Cruz, in "As reencarnações de Pitágoras"

segunda-feira, 25 de julho de 2016
Projeto Turismo Juvenil - À Descoberta de Tavira
 
Inscrições até 26 de Agosto
 
Estúdio Jovem
 
Tel. 269 450 083
 
 

Etiquetas:

Novidades Livros
 
GERRITSEN, Tess
O aprendiz
82 LE-312.4 GRR
 

 
WALDEN, Mark
Tempestade radical
82 LE-311.3 WLD (Juv)
 

 
MENÉRES, Maria Alberta
Conversas com versos
82 LP-1 MNR (Inf)

Etiquetas:

sexta-feira, 22 de julho de 2016
Animação de Verão * 2016 - Animação para a Infância
 
 
Jardim 1º de Maio
 
Sábado 23 de Julho às 11H00
 

Etiquetas: , , , ,

Bom Fim de Semana
"A Gaivota", de Nadir Afonso




Bom Fim de Semana

Etiquetas:

Poema da Semana
DIA DO MAR NO AR

Dia do mar no ar, construído
Com sombras de cavalos e de plumas

Dia do mar no meu quarto - cubo
Onde os meus gestos sonâmbulos deslizam
Entre o animal e a flor como medusas.

Dia do mar no ar, dia alto
Onde os meus gestos são gaivotas que se perdem
Rolando sobre as ondas, sobre as nuvens.

Sophia de Mello Bryner Andresen, in "Coral"

Etiquetas:

quinta-feira, 21 de julho de 2016
Animação de Verão - Jardim 1º de Maio - 21 de Julho
 
 
 
ANIMAÇÃO DE VERÃO 
 
Jardim 1.º de Maio
 
 Loa, Xácara e bugiganga pelo Teatro das Beiras
 
Quinta-feira 21 de Julho às 22H00
 
 
 
Teatro das Beiras apresenta “Loa, Xácara e Bugigangas”, de Calderon de La Barca, “um dos dramaturgos do Século de Ouro espanhol que mais destacadamente influenciou e contribuiu para a edificação da cultura europeia”.
“A festa burlesca, o riso, a censura, o mundo ao contrário, os rituais carnavalescos nos limites da transgressão; o teatro por dentro do teatro.”
 

Etiquetas: , , ,

Filme da Semana
 
48
 
um filme de
 
Susana Sousa Dias
 
 
 
"O que pode uma fotografia de um rosto revelar sobre um sistema político?
O que pode uma imagem tirada há mais de 35 anos dizer sobre a nossa actualidade?

Partindo de um núcleo de fotografias de cadastro de prisioneiros políticos da ditadura portuguesa [1926-1974], 48 procura mostrar os mecanismos através dos quais um sistema autoritário se tentou auto-perpetuar durante 48 anos.

Depois de Natureza Morta – Visages d’une Dictature (filme galardoado a nível internacional e exibido em festivais e mostras em cinco continentes), Susana de Sousa Dias volta a centrar-se na época do Estado Novo, utilizando um dispositivo cinematográfico inovador."                        

Etiquetas: ,

quarta-feira, 20 de julho de 2016
Animação de Verão * 2016 - Animação para a Infância
 
 
Jardim 1º de Maio
 
Sábado 23 de Julho às 11H00

Etiquetas: , , ,

Livro da Semana
 
Desmobilizados
 
de
 
Phil Klay
 
 
Vencedor do National Book Award
 
 
«Não confio na minha memória. Lembro-me do veículo, retorcido e queimado e destruído. Como o Jenks. Não são histórias. São coisas. Corpos. As pessoas mentem. As memórias mentem.»

   "Um soldado, habituado a alvejar cães vadios por comerem restos humanos, regressa a casa e reaprende a vida doméstica com o próprio cão. Outro passou o tempo no Iraque a recolher cadáveres, mas deixou na América o corpo de quem ama. Outro ainda procura expiar a morte de alguém sem que tenha sido responsável por ela.
 
   Numa das mais aclamadas estreias ficcionais dos últimos anos, Phil Klay desmultiplica a sua própria experiência militar em doze contos, numa imensa panorâmica do combate que se trava na última década no Iraque e no Afeganistão. Desmobilizados transporta-nos para a linha da frente da guerra armada, mas igualmente para a luta diária das vidas de todos os que se ofereceram em serviço pela pátria. O que testemunharam, afinal, estes homens nos desertos do Médio Oriente?
 
   Entre bombistas suicidas e a monótona burocracia da máquina bélica, Desmobilizados desmonta a mitologia do herói e dá-nos um retrato implacável da experiência de quem viveu a guerra - de quem por ela morreu e de quem por ela matou."
 
   

Etiquetas:

terça-feira, 19 de julho de 2016
Animação de Verão * 2016
 
 
Jardim 1º de Maio
 
21 (22H00) e 23 (11H00) de Julho
 

Etiquetas: , , , , ,

Novas famílias
   "«A diversidade sexual contém comportamentos múltiplos, por vezes indefinidos e inexplicáveis», defende Natália:
   «O ser humano caminha para a androginia, daí a quebra da natalidade, resultante da sua evolução, daí também o reconhecimento de novos tipos de família, fora dos estereotipados modelos de homem-mulher, casamento-reprodução; novos tipos de família que não vão colidir com o modelo tradicional, pelo contrário, vão enriquecê-lo, pluralizá-lo reforçando o seu papel nuclear nas nossas relações.»
   A ciência, o conhecimento, favorecem essa abertura a um futuro diferente, a uma humanidade diferente - «onde os estados e as igrejas deixarão, finalmente, de meter-se, pois trata-se de assuntos do foro íntimo de cada um, que cada um deve gerir em liberdade».
   Natália, Amália, Amélia Rey Colaço, Fernanda de Castro, Maria Lamas, Vera Lagoa, Helena Vaz da Silva tinham (como Palmira Bastos, Irene Lisboa, Luzia Maria Martins, Natércia Freire, Sophia, Vieira da Silva, Laura Alves, Beatriz Costa) o mesmo húmus, a mesma força, a mesma energia. Ultrapassaram com largueza condicionalismos sociais, sexuais, culturais, comportamentais; fizeram-se mátrias-frátrias, mutantes de difícil, altiva, distinção.
   «Quando as mulheres são grandes, são superiores aos homens porque são mulheres e homens ao mesmo tempo. Isso dá-lhes sabedorias, recursos excepcionais», defende Natália Correia: «O mundo só se salvará se elas tomarem conta dele. O homem está cansado de ter de fingir que é homem. D. Juan é um impotente mascarado de fruidor. Segundo a biogenética, há uma tendência potencial para, no grande futuro que há-de vir, a junção dos sexos, isto é, para a androginia.»
   O célebre psiquiatra Eduardo Luiz Cortezão, assíduo no Botequim, secundava-a: «O homem actual está a viver uma crise de identificação masculina, com medo das mulheres e das disfunções sexuais secundárias. A violência é uma forma de ele descarregar a libido: bate em vez de amar; em vez da luta amorosa, a luta física. Os maus tratos que inflige às mulheres com quem vive, fenómeno entre nós medonho, não passa de um álibi (inconsciente) com que disfarça a sua falta de desejo por elas. Os jovens, por exemplo, rebentam coisas, carros, motos, pessoas, porque não podem rebentar hímenes.»
   Natália Correia provoca sensação ao falar num colóquio sobre homossexualidade. É a primeira vez, a seguir ao 25 de Abril, que o tema se aborda publicamente entre nós.
   As correntes mais jovens e literárias (anarquistas e independentes) esgotam o espaço, duas salas, um hall e uma escadaria, do Centro Nacional de Cultura.
   O êxito - a fazer lembrar o provocado pelas conferências de Almada, vestido de fato-macaco, no cinema que havia no outro lado da rua - torna-se retumbante."
 
Fernando Dacosta, in "O Botequim da Liberdade: como Natália Correia marcou, a partir de um pequeno bar de Lisboa, o século XX português"

Etiquetas:

segunda-feira, 18 de julho de 2016
Animação de Verão * Jardim 1º de Maio - Animação Infantil
"Um estranho barulho de asas"
(Lenda de Macau)
 
Lua Cheia - Teatro para todos
 
 
 









 


Etiquetas:

Novidades Livros
 
CARVALHEIRO, Nelson
Viagens pelas receitas de Portugal
641 CRV
 

 
WALLIAMS, David
O rapaz milionário
82 LE-311.3 WLL (Juv)
 

 
GEISEL, Theodor Seuss
Que amigo levo comigo?
82 LE-34 GSL (Inf)

Etiquetas:

sexta-feira, 15 de julho de 2016
Animação de Verão * 2016 - Animação para a Infância
 
 
Jardim 1º de Maio
 
Sábado 16 de Julho às 11H00

Etiquetas: , , , ,

Bom Fim de Semana
"Guerra e Paz" de Cândido Portinari
 
 
 
Bom fim de semana

Etiquetas:

Poema da Semana
Esquerdireita

À esquerda da minoria da direita a maioria
do centro espia a minoria
da maioria de esquerda
pronta a somar-se a ela
para a minimizar
numa centrista maioria
mas a esquerda esquerda não deixa.
Está à espreita
de uma direita, a extrema,
que objectivamente é aliada
da extrema-esquerda.

Entretanto
extra-parlamentar (quase)
o Poder Popular
vai-se reactivar, se…

Das cúpulas (pfff!) nem vale a pena
falar, que hão-de
pular!

Quanto à maioria da esquerda
ficará ― se ficar ― para outro poema.

Alexandre O'Neill, in "Anos 70: poemas dispersos"

Etiquetas:

Exposição Coletiva de Pintura - ARTES - Associação Cultural do Seixal
Termina amanhã, sábado 16 de Julho, na Biblioteca Municipal de Grândola a exposição Coletiva de Pintura da ARTES - Associação Cultural do Seixal, que reúne trabalhos de 28 artistas.

Para ver hoje até às 19h00 e sábado no horário entre as 10h00 e as 13h00.
 
 

Etiquetas: , ,

quinta-feira, 14 de julho de 2016
Filme da Semana
 
 
Ruas rivais
 
um filme de
 
Márcio Loureiro
 
 
 
   "Num bairro dos subúrbios onde vinga a lei da rua, um grupo de adolescentes vai ser obrigado superar-se e a desafiar os seus medos para conquistar um lugar no mundo. Nurb di Street, Cristóvão, Mr. Pakistan e os seus tropas têm de derrotar o gang de Mister U, o chefe do gang que domina o bairro.
 
   Nesta história de amizade, amor e poder as guerras não se travam com tiros, mas sim com palavras, em grandes batalhas de freestyle.
 
   Este filme conta com a presença dos atores Rui Unas, Catarina Mira, João Manzarra, Salvador Martinha, Diogo Valsassina, João Paulo Sousa, Rui Maria Pêgo, Fernando Alvim e Luís Filipe Borges, entre outros."

Etiquetas: ,

quarta-feira, 13 de julho de 2016
Animação de Verão * 2016 - Animação para a Infância
 
 
Jardim 1º de Maio
 
Sábado 16 de Julho às 11H00

Etiquetas: , , ,

Livro da Semana
 
Contos de aprendiz
 
de
 
Carlos Drummond de Andrade
 
 
 
   "«Aqui desejaria, porque o mundo é cruel e as histórias também costumam sê-lo, acelerar o ritmo da narrativa, prover Dasdores com os muitos braços de que ela carece para cumprir com sua obrigação, vestir-se violentamente, sair com as amigas - depressa, depressa! -, ir correndo pela ladeira acima, encontrar a igreja vazia, o adro deserto, e nenhum Abelardo. Mas seria preciso atribuir-lhe, não braços e pernas suplementares, e sim outra natureza, diferente da que lhe coube, e é pura placidez.»
 
   Contos de aprendiz é a mais importante investida na prosa feita por Carlos Drummond de Andrade, grande nome da poesia brasileira, publicada quando o autor estava prestes a cumprir 50 anos. São quinze histórias evocativas da memória ficcionada do Brasil de inícios do século XX, um país provinciano e deslumbrado com a modernidade que novidades como o cinema e o telefone anunciavam. Histórias tão vívidas que parecem confundir-se com as memórias do criador. Com uma sensibilidade ímpar, um fio de humor e um certo tom de melancolia, Drummond compõe uma prosa moderna e docemente irónica, cuja preocupação central é, sempre, o homem e o seu lugar no mundo em transformação.
   
   De «O gerente» a «O sorvete» - verdadeiros clássicos da literatura -, Contos de aprendiz regista os momentos de maior génio de um dos mais aclamados e admirados escritores de língua portuguesa do século XX:"

Etiquetas: