blogspot visitor counter
Biblioteca Municipal de Grândola
Biblioteca Municipal de Grândola
Rua Dr. José Pereira Barradas 7570-281 Grândola tlf:269450080 fax:269498666 biblioteca@cm-grandola.pt
sexta-feira, 28 de outubro de 2011
Bom Fim-de-Semana

Há 22 anos, o Município de Grândola inaugurou mais um espaço de cultura e partilha de conhecimentos, a nossa Biblioteca Municipal. Ao longo de todos estes anos, temos procurado vir a desenvolver um trabalho que vá ao encontro das expectativas e das necessidades dos nossos leitores. Trabalhamos por si e para si! E, como uma data especial como esta não pode passar despercebida, queremos convidá-lo a estar presente no Encontro de Contadores, hoje à noite, pelas 21h30m, para juntos celebrarmos mais um ano de leituras.

Bom fim-de-semana a todos.

Etiquetas: ,

Poema da Semana
Soneto de Aniversário

Passem-se dias, horas, meses, anos
Amadureçam as ilusões da vida
Prossiga ela sempre dividida
Entre compensações e desenganos.

Faça-se a carne mais envilecida
Diminuam os bens, cresçam os danos
Vença o ideal de andar caminhos planos
Melhor que levar tudo de vencida.

Queira-se antes ventura que aventura
À medida que a têmpora embranquece
E fica tenra a fibra que era dura

E eu te direi: amiga minha, esquece...
Que grande é este amor meu de criatura
Que vê envelhecer e não envelhece.

Vinicius de Morais, in "Antologia Poética" 

Etiquetas:

História Arqueológica de Grândola: Vestígios e Artefactos
Na passada sexta feira inaugurou a exposição "História Arqueológica de Grândola: Vestígios e Artefactos", na Sala Polivalente da Biblioteca Municipal.








Esta exposição estará patente ao público até ao dia 16 de Novembro, no horário de funcionamento da Biblioteca.

Visite-nos

Etiquetas:

quinta-feira, 27 de outubro de 2011
DEBATE - 50 Anos do Início da Guerra Colonial - Uma Guerra Injusta

Etiquetas: ,

quarta-feira, 26 de outubro de 2011
22º Aniversário da Biblioteca Municipal
Livro da Semana





A verdadeira história do bandido Maximiliano

de

Jacinto Rego de Almeida









 

"O manuscrito de um livro - uma narrativa policial passada em Portugal e na fromteira do Brasil com a Bolívia - é encontrado numa carruagem do metropolitano de Lisboa e chega às mãos do editor Soares dos Reis. O manuscrito testemunha afinal uma história verdadeira, e Max, um líder mafioso, exige a edição do livro em troca de dinheiro e protecção. Nada é o que parece ser, várias histórias se cruzam, de velhos assaltantes de ourivesarias, da bela ucraniana Natasha e de um antigo sargento da guerra da Chechénia. Por fim, o bandido Maximiliano candidata-se a vereador e o final surpreendente confirma a ideia de que a boa história é aquela que nunca acaba."

Este livro encontra-se disponível na Biblioteca Municipal

Etiquetas:

terça-feira, 25 de outubro de 2011
ENERGIA JOVEM - Revista Digital


A Câmara Municipal de Grândola, através do Sector de Apoio à Infância e Juventude e da Biblioteca Municipal criou a ENERGIA JOVEM - uma revista digital trimestral dirigida a toda a população juvenil do municipio de Grândola.

A grande finalidade da ENERGIA JOVEM é oferecer informação sobre temas e áreas do teu interesse, com a tua participação activa, valorizando também actividades e acções realizadas por jovens do concelho de Grândola.

Vem fazer parte desta equipa e ajuda-nos a crescer com o teu contributo!

ENERGIA JOVEM, uma revista pensada por ti e para ti!

Etiquetas:

Animação do Livro e da Leitura para o Pré-escolar e Primeiro Ciclo


No seguimento do trabalho que tem vindo a ser desenvolvido nos anos lectivos transactos, a Biblioteca Municipal vai dar continuidade ao Programa de Animação do Livro e da Leitura destinado às crianças dos ensinos Pré-escolar e do Primeiro Ciclo.

As actividades de promoção do livro terão inicio no próximo mês de Novembro, e as técnicas da Biblioteca propõem-se dinamizar histórias subordinadas ao tema "Lendas de Portugal", através da narração de textos e de actividades didácticas e lúdicas.

As marcações podem ser efectuadas pelos professores de cada turma, através do contacto com os colaboradores da Biblioteca.

Etiquetas:

segunda-feira, 24 de outubro de 2011
Novidades Livros


ROGEIRO, Nuno
Na Rua Árabe
323 RGR

JEBREAL, Rula
Miral
82 LE-3 JBR

MÃE, Valter Hugo
O filho de mil homens
82 LP-3 MAE



CRUZ, Afonso
Os livros que devoraram o meu pai
82 LP-3 CRZ (Juv)

RUSSELL, Rachel Reneé
Diário de uma Totó 2
82 LE-3 RSS (Juv)




MATOS, Luís de
O cágado Gaspar
82 LP-34 MTS (Inf)

DE MAZO, Margarita
A máscara do leão
82 LE-34 MZO (Inf)

Etiquetas:

sexta-feira, 21 de outubro de 2011
Bom Fim-de-Semana!
Mary Blair's

A Biblioteca Municipal de Grândola deseja a todos os utilizadores um agradável fim-de-semana.
Poema da Semana
CUMACANGA

Nome bonito, Cumacanga,
que ouvi nas terras do Pará.
Nome bonito, Cumacanga,
que ouvi dizer no Maranhão.

Cumacanga, nome bonito!
Mas não é nome de comida.
Cumacanga, nome bonito!
Também nome de flor.

A coisa que leva esse nome
- esse nome que é tão bonito -
não é comida nem é flor,
nem é bonita, não senhor!

Dizem que é a última filha
de uma sequência de sete
que nos dias de sexta-feira
solta a sua cabeça do corpo,

transformada em bola de fogo
que rola e rola e rola e rola...
E ela só para de rolar
quando o primeiro galo canta.

Nome bonito: Cumacanga!
História de arrepiar!

Eucanaã Ferraz in "Bicho de sete cabeças e outros seres fantásticos."

Etiquetas:

quinta-feira, 20 de outubro de 2011
História Arqueológica de Grândola: Vestígios e Artefactos

Etiquetas:

Filme da Semna
"A minha alegria"

de

Sergei Loznitsa

" Georgy, um motorista de Camião, entra numa estrada da província Russa, durante uma entrega de rotina, e depara-se com uma série de encontros casuais que vão virar do avesso a sua jornada. Um controlo policial, um veterano de guerra e uma jovem prostituta levam-no a uma aldeia da qual parece não haver saída - onde os moradores lutam para sobreviver a um suposto mundo elementar, e contra um passado que controla o seu quatidiano. O destino inesperado de Georgy é o que confere ao filme seleccionado para competição pelo Festival de Cannes, "A minha alegria", uma característica única e original. Baseado em histórias reais, que o realizador Sergey Loznitsa encontrou durante a sua peregrinação pela Rússia, "A minha alegria" é uma parábola e assombrosa que dá uma nova voz ao cinema e irá prender a atenção dos espectadores."

Este DVD encontra-se disponível para visionamento na Biblioteca Municipal.

Etiquetas:

quarta-feira, 19 de outubro de 2011
Livro da Semana
Os livros que devoraram o meu pai: a estranha e mágica história de Vivaldo Bonfim

de

Afonso cruz

"Vivaldo Bonfim é um escriturário entediado que leva romances e novelas para a rapartição de finanças onde está empregado. Um dia, enquanto finge trabalhar, perde-se na leitura e desaparece deste mundo.
Esta é a sua verdadeira história - contada na primeira pessoa pelo filho, Elias Bonfim, que irá, qual Telémaco, à procura do seu pai, percorrendo clássicos da literatura cheios de assassinos, paixões devastadoras, feras e outros perigos feitos de letras."

Este livro encontra-se disponível na Biblioteca Municipal.

Etiquetas:

terça-feira, 18 de outubro de 2011
O Monge da Ilha
Havia um monge que passara vinte anos no melhor mosteiro do Japão a estudar os mantras, os hinos dos textos sagrados. Certo dia, a caminho de outro mosteiro, contornou a margem de um lago.
Enquanto seguia por ali, ouviu o som de cânticos vindos de uma ilha situada no meio do lago. Parou e escutou, mas sentiu o coração apertado, porque com toda a preparação que tivera, conseguia dizer com toda a certeza que quem quer que estivesse a cantar na ilha nunca aprendera a fazê-lo convenientemente. Então, pensou "Não posso deixar aquele pobre monge desperdiçar a voz a cantar assim tão mal. Não o beneficia em nada".
Ainda tinha um longo caminho a percorrer e estava com alguma pressa, mas era um homem indulgente, por isso, olhou em volta, viu um barco e remou até à ilha. Quando lá chegou, encontrou um monge grande, gordo e rechonchudo a cantar com um sorriso rasgado.
- Irmão - disse o monge viandante -, desculpe interromper-vos. Sei que a vossa intenção é boa, mas, passei vinte anos no melhor mosteiro do Japão, e digo-vos que cantais muito mal.
- Oh, irmão, irmão, por favor, ensinai-me - disse o rechonchudo monge, impaciente como um cachorrinho.
- Bem - ensinou o monge viadante -, vêde, é assim. Primeiro, tendes que pôr as mãos assim (o monge pôs as mãos numa posição estilizada), e a respiração faz-se assim (começou a inspirar por uma narina e a expirar pela outra de forma bastante sonora), e o canto é assim (e começou a cantar com determinação).
O monge da ilha deu o seu melhor para seguir as intruções, mas não parecia destro, e levou muito tempo a aprender o mais simples. À medida que as horas se escoavam, o monge viandante ficava cada vez mais ansioso por partir e chegar ao seu destino antes da noite cair. Por fim, pareceu que o monge da ilha compreendera mais ou menos a técnica, e o monge viandante disse, rapidamente - Estupendo, irmão. continuai a cantar assim por mais trinta anos e acabareis por ver a diferença. - Encaminhou-se depressa para o barco e começou a remar para a margem.
Ia a meio do caminho quando, de repente, o queixo lhe caiu de espanto e largou os remos, porque direito a si vinha o monge da ilha a correr sobre as águas!
Depois apressou-se a subir para o seu barco e a dizer - Oh, irmão, irmão, desculpai-me incomodar-vos, mas explicai-me novamente como é o mantra.

Tim Bowley in "Sementes ao vento: contos do mundo"

Etiquetas:

segunda-feira, 17 de outubro de 2011
Novidades Livros


FOSSUM, Karin
A noiva indiana
82 LE-312.4 FSS

KEPLER, Lars
O executor
82 LE-312.4 KPL



RAMALHETE, Ana
Violeta e o jardim dos labirintos
82 LP-34 RML (Inf.)

MOTA, António
O primeiro dia de escola
82 LP-34 MTA (Inf.)

Etiquetas:

sexta-feira, 14 de outubro de 2011
Bom Fim-de-Semana
Paula Rego, "Dancing Ostriches" - 1995



Bom Fim-de-Semana
Poema da Semana
BAILADO

Quebrada pela cintura
Abre em dois frutos o peito.
E o seu calcanhar procura
A ponta do pé direito.

O vento dá-lhe na cara,
Escondida pelo lenço.
E o luar, que a decepara,
Deixa-lhe o busto suspenso...

Os olhos, como hei-de vê-los,
Se os desejos, menos vãos,
Morrem só por que os cabelos
Nos deixam sombras nas mãos?

Indizível, mas perfeito
Indício de formusura!
Abre em dois frutos o peito,
Quebrada pela cintura...

Pedro Homem de Mello, in "Poesias escolhidas"

Etiquetas:

quinta-feira, 13 de outubro de 2011
Filme da Semana
"O discurso do Rei"

de

Tom Hooper

"Após a morte do seu pai, Rei George V, e da escandalosa abdicação do rei Eduardo VIII, Bertie, que toda a sua vida sofreu de um debilitante problema de fala, é coroado Rei George VI de Inglaterra.
Com o país, à beira de uma guerra e a necesitar desesperadamente de um líder, a sua mulher, Elizabeth, futura Rainha-mãe, encaminha o marido para um excêntrico terapeuta da fala, Lionel Logue. Com a ajuda da sua família, do seu governo e de Wintson Churchill, o Rei vai superar a gaguez e tornar-se numa inspiração para o povo.

Baseado na história real do Rei George VI, "O discurso do rei" acompanha a luta desesperada do monarca pelo reencontro com a sua própria voz."

Este DVD encontra-se disponível para visionamento na Biblioteca Municipal

Etiquetas:

quarta-feira, 12 de outubro de 2011
Livro da Semana





Dai-lhes, Senhor, o Eterno Repouso

de

Miguel Miranda










     "A ameaça de um grande atentado contra o Papa desencadeia uma intrincada investigação. Mas, no meio eclesiástico, as mortes não explicadas sucedem-se, adensando um clima de suspeita e medo.
     Entretanto, o porta-aviões Varyag, transformado em casino flutuante, é palco para o assassínio de Lady Godiva, uma bela e afamada cantora. Muitos anos antes, no fim da Segunda Guerra Mundial, o submarino U-1277 foi afundado junto ao Porto pelo seu comandante; a tripulação desembarcou em botes na praia de Angeiras e desapareceu. Ninguém sabe o que aconteceu a Helmuth Draier, nem qual a secreta missão de que vinha incumbido.
     Em Dai-lhes, Senhor, o Eterno Repouso a narrativa move-se agilmente entre o passado e o presente, e, pelo caminho, o leitor encontra uma abordagem a grandes temas da actualidade, desde a pedofilia e a Igreja Católica, à volatilidade e desigualdade do mundo, onde grassa a miséria e habita a riqueza mais obscena.
     Desvendar quem matou, como o fez e porquê é um dos desafios para o detective Mário França. O outro é mergulhar no passado e resolver um enigma. Do seu escritório no Muro dos Bacalhoeiros, no Porto, será ao som do Requiem, de Mozart, que ele conduzirá a investigação até ao sucesso final."

Este livro encontra-se disponível na Biblioteca Municipal.

Etiquetas:

terça-feira, 11 de outubro de 2011
Mohammed, o Preguiçoso
"Mohammed, o Preguiçoso", história retirada do Livro "As mil e uma noites", foi apresentada dia 8 de Outubro, no Auditório da Biblioteca Municipal, no âmbito do projecto "Animação da Leitura para todos". Fizeram parte desta animação a Catarina, o Carlos, a Sofia Dimas e a Cátia, que puderam contar com a ajuda do Nivaldo e do João no som e nas filmagens.








Etiquetas:

segunda-feira, 10 de outubro de 2011
Inauguração da Exposição de Pintura "Alentejo - Sensações" de Maria Manuel Delgado
No dia 7 de Outubro, sexta-feira, foi inaugurada a Exposição "Alentejo - Sensações". Esta Exposição estará patente ao público, no Auditório da Biblioteca Municipal, até dia 29 de Outubro, com o horário da Biblioteca. Ficam algumas fotografias para ilustrar o momento.






Etiquetas: ,

sexta-feira, 7 de outubro de 2011
Bom Fim-de-Semana
Vincente Van Gogh - "Campo de Trigo com Corvos"

Bom fim-de-semana para os utilizadores da Biblioteca Municipal de Grândola
Poema da Semana
PÁSSAROS MATINAIS (1966)

Desperto o automóvel
que tem o pára-brisas coberto de pólen.
Coloco os óculos de sol.
O canto dos pássaros escurece.

Enquanto isso outro homem compra um diário
na estação de comboio
junto a um grande vagão de carga
completamente vermelho de ferrugem
que cintila ao sol.

Não há vazios por aqui.

Cruza o calor da primavera um corredor frio
por onde alguém entra depressa
e conta como foi caluniado
até na Direcção.

Por uma parte de trás da paisagem
chega a gralha
negra e branca. Pássaro agoirento.
E o melro que se move em todas as direcções
até que tudo seja um desenho a carvão,
salvo a roupa branca na corda de estender:
um coro da Palestina:

Não há vazios por aqui.

É fantástico sentir como cresce o meu poema
enquanto me vou encolhendo
Cresce, ocupa o meu lugar.

Desloca-me.
Expulsa-me do ninho.
O poema está pronto.

Tomas Tranströmer (n.1931), Nobel da Literatura 2011
(Poema traduzido do Castelhano por João Luís Barreto Guimarães)

Etiquetas:

quinta-feira, 6 de outubro de 2011
Apresentação do Livro "A Família" de Maria Helena Chainho
Mohammed, o Preguiçoso
terça-feira, 4 de outubro de 2011
Biblioteca Itinerante
A Biblioteca Itinerante de Grândola já anda na estrada!

Desde o dia 26 de Setembro, que o Carlos Areias, a Catarina Saldanha e a Cátia Miquelino fazem chegar a toda a população do Concelho os serviços de uma Biblioteca Móvel, cumprindo assim, o principio da igualdade de oportunidades para todos.

Até à presente data, "demos asas à cultura" em:

Silha do Centeio, Silha do Pascoal, Água Derramada, Mosqueirões, Azinheira de Barros, Lousal, Carvalhal, Pego, Lagoa Formosa, Muda, Melides, Vale Figueira, Lagoa de Melides, Santa Margarida da Serra, Canal Caveira, Aldeia da Justa, Cadoços e Aldeia do Futuro.
A Biblioteca Municipal de Grândola agradece a todos o entusiasmo com que têm acolhido este projecto.












Etiquetas: