blogspot visitor counter
Biblioteca Municipal de Grândola
Biblioteca Municipal de Grândola
Rua Dr. José Pereira Barradas 7570-281 Grândola tlf:269450080 fax:269498666 biblioteca@cm-grandola.pt
sexta-feira, 30 de março de 2012
Bom Fim-de-Semana
Ilustração de Rui Pimentel


Bom fim-de-semana
Poema da Semana
Aconteceu Poesia


A poesia não é
tão rara como parece.
Na mais ínfima das coisas
a poesia acontece...

Aconteceu poesia quando
nos teus olhos cor do céu
vi um pedaço de céu,
que me cabia!

Aconteceu poesia,
quando as tuas mãos
numa carícia vaga
moldaram no meu rosto
o ar de angústia,
que o tempo não apaga!...

Aconteceu poesia,
quando, nos teus olhos cor do céu
vi um pedaço de céu
que me fugia!...

Até no dia em que morreste, mãe,
aconteceu poesia.

Fernando Vieira

Etiquetas:

Oficina - "Livros Partidos"

Na próxima segunda-feira, 2 de Abril, a Biblioteca Municipal celebra o Dia Internacional do Livro Infantil com a realização da oficina "Livros Partidos", destinada a crianças e jovens.

Se gostas de surpresas e de livros estrambólicos, contacta-nos através do email (animbiblioteca.grandola@gmail.com), facebook ou via telefone, 269 450 082.

Etiquetas:

EXPOSIÇÃO HISTÓRIAS DA AJUDARIS com CORAGEM, VOZ E LIBERDADE
Temos o prazer de vos convidar para as seguintes atividades, inseridas na EXPOSIÇÃO HISTÓRIAS DA AJUDARIS com CORAGEM, VOZ E LIBERDADE:

30 de março

21h30 – Tertúlia - Ler faz Crescer (Serão de partilha de ideias sobre a leitura com a participação de professores, pais e alunos; para aquecer a alma e os corações há chá e biscoitos)

31 de março às 11h00 - atividades para pais e filhos


O Guarda-Histórias

Sessão de contação de histórias por Teresa Alexandrino

A vida é uma viagem fantástica repleta de aventuras, acontecimentos e histórias. Para que as memórias desta viagem não fujam com o vento ou sejam levadas nalgum rio de esquecimento, será que as podemos confiar a um guardador de histórias? Quantas histórias cabem num Guarda-Histórias? O que acontecerá se as histórias ficarem baralhadas?





Oficina de ilustração com a ilustradora Margarida Mira “Pequenos Artistas Mandalianos viajando pelas histórias”

16h00 – Sessão de contos "O Bosque Colorido"  livro Histórias da AJUDARIS 2011 e "O Ganso do Charco" de Caroline JayneChurch

Contamos com a vossa presença

Etiquetas:

quinta-feira, 29 de março de 2012
Biblioteca Itinerante - Abril
Filme da Semana
O DESPERTAR DA MENTE

um filme de Michel Gondry


"Joel é surpreendido com a descoberta de que Clementine, a namorada, resolveu apagar as memórias da sua relação.
Desesperado, Joel contacta o inventor do processo, o Dr. Mierzwiak para que este lhe elimine as memórias de Clementine. Mas à medida que a sua memória vai desaparecendo, Joel redescobre o seu amor por ela e inconscientemente tenta salvar Clementine de ser apagada. Dr. Mierzwiak e a sua equipe vão persegui-lo através da confusão das suas memórias, mas fica claro que Joel não consegue tirar Clementine do seu coração.
Este filme romântico e delicado vem lembrar-nos que tentar esquecer os motivos do fracasso nem sempre é a melhor solução e que a monotonia que se instala muitas das vezes na relações é universal."

Este fime encontra-se disponível na Biblioteca Municipal.

Etiquetas:

quarta-feira, 28 de março de 2012
Livro da Semana






O Cemitério de Praga

de

Umberto Eco











“Durante o século XIX, entre Turim, Palermo e Paris, encontramos uma satanista histérica, um abade que morre duas vezes, alguns cadáveres num esgoto parisiense, um garibaldino que se chamava Ippolito Nievo, desaparecido no mar nas proximidades de Stromboli, o falso bordereau de Dreyfus para a embaixada alemã, a disseminação gradual daquela falsificação conhecida como Os Protocolos dos Sábios de Sião (que inspirará a Hitler os campos de extermínio), jesuítas que tramam contra maçons, maçons, carbonários e mazzinianos que estrangulam padres com as suas próprias tripas, um Garibaldi artrítico com as pernas tortas, os planos dos serviços secretos piemonteses, franceses, prussianos e russos, os massacres numa Paris da Comuna em que se comem os ratos, golpes de punhal, horrendas e fétidas reuniões por parte de criminosos que entre os vapores do absinto planeiam explosões e revoltas de rua, barbas falsas, falsos notários, testamentos enganosos, irmandades diabólicas e missas negras. Óptimo material para um romance-folhetim de estilo oitocentista, para mais, ilustrado com os feuilletons daquela época. Há aqui com que contentar o pior dos leitores. Salvo um pormenor. Excepto o protagonista, todos os outros personagens deste romance existiram realmente e fizeram aquilo que fizeram. E até o protagonista faz coisas que foram verdadeiramente feitas, salvo que faz muitas que provavelmente tiveram autores diferentes. Mas quando alguém se movimenta entre serviços secretos, agentes duplos, oficiais traidores e eclesiásticos pecadores, tudo pode acontecer. Até o único personagem inventado desta história ser o mais verdadeiro de todos, e se assemelhar muitíssimo a outros que estão ainda entre nós.”

Este livro encontra-se disponível na Biblioteca Municipal

Etiquetas:

terça-feira, 27 de março de 2012
Histórias da Ajudaris'11


A Nicole aprende a ser cidadã


Numa noite de lua cheia, estava no céu uma estrela chamada Nicole, com as suas amigas Marta e Sara. A estrelinha Nicole era muito vaidosa, convencida, invejosa, mas era muito bonita. Além disso, era a principal estrela, era quem mandava, pois era azul.

As suas amigas elogiavam-na muito, porque não se apercebiam de que ela era má, convencida. No entanto, ela morria de inveja pela lua, porque esta era brilhante, simpática, bonita e tinha muitas amigas.

Um dia, a Nicole começou a ficar má para com as poucas amigas que tinha. À Sara passou a chamar feia, gorda, falhada. E à Marta chamou invejosa, feia, ranhosa. Entretanto, elas deixaram de se falar.

Mas um dia, a estrelinha Nicole ficou metida em sarilhos, pois começou a ficar sem brilho e precisava de ajuda. Como ela era má para as suas amigas estrelas, ninguém a ajudou. Só a lua reparou que a Nicole necessitava de ajuda. Por isso, foi lá e deu-lhe a luz de que a estrela precisava.

Desde aí, Nicole percebeu o que é a cidadania. Passou a ser amiga de todas as estrelinhas e todos os planetas do universo.

MORAL DA HISTÓRIA: Não faças o mal à espera do bem.

Alfredo Martins - ilustração
Agrupamento de Escolas António Nobre - texto
Escola Básica 2, 3 da Areosa
segunda-feira, 26 de março de 2012
Histórias da Ajudaris - Programa
Histórias, letras, cores, sons e mundos da lusofonia - Exposição
A exposição de trabalhos dos alunos do Agrupamento Vertical de Escolas de Grândola decorre até dia 28 de março (quarta-feira) nas instalações da Biblioteca Municipal.












Etiquetas:

sexta-feira, 23 de março de 2012
Bom Fim-de-Semana
"Teacups" de Juan Gris (23 de Março de 1887 - 11 de Maio de 1927)
125º Aniversário do Nascimento


Bom fim-de-semana para todos os utilizadores da Biblioteca Municipal

Etiquetas:

Poema da Semana
A Defesa do Poeta

Senhores jurados sou um poeta
um multipétalo uivo um defeito
e ando com uma camisa de vento
ao contrário do esqueleto

Sou um vestíbulo do impossível um lápis
de armazenado espanto e por fim
com a paciência dos versos
espero viver dentro de mim

Sou em código o azul de todos
(curtido couro de cicatrizes)
uma avaria cantante
na maquineta dos felizes

Senhores banqueiros sois a cidade
o vosso enfarte serei
não há cidade sem o parque
do sono que vos roubei

Senhores professores que puseste
a prémio minha rara edição
de raptar-me em crianças que salvo
do incêndio da vossa lição

Senhores tiranos que do baralho
de em pó volverdes sois os reis
sou um poeta jogo-me aos dados
ganho as paisagens que não vereis

Senhores heróis até aos dentes
puro exercício de ninguém
minha cobardia é esperar-vos
umas estrofes mais além

Senhores três quatro cinco e sete
que medo vos pôs na ordem ?
que pavor fechou o leque
da vossa diferença enquanto homem ?

Senhores juízes que não molhais
a pena na tinta da natureza
não apedrejeis meu pássaro
sem que ele cante minha defesa

Sou uma impudência a mesa posta
de um verso onde o possa escrever
ó subalimentados do sonho !
a poesia é para comer.

Natália Correia (1923-1993)

Etiquetas:

Vivam as Férias - Páscoa 2012 - De 26 de Março a 5 de Abril

As férias da Páscoa estão a chegar e a Biblioteca Municipal, como já vem sendo hábito, tem para oferta duas atividades de ocupação dos tempos livres das crianças e jovens do nosso concelho.

Podem inscrever as vossas crianças até ao próximo dia 27 de março (animbiblioteca.grandola@gmail.pt ou 269450080).

Desta vez, vamos ter a funcionar as seguintes oficinas:

Oficina do som e da imagem em movimento

Destina-se a crianças a partir dos 4 anos e pretende criar um espaço em que o grupo identifique sons associados a diferentes realidades (animais, transportes, pessoas, …) e crie relações entre eles. Além disso, conjugando os sons escutados com as imagens observadas, procurar-se-á descobrir histórias de forma livre, através da intuição e das sensações que o som e a imagem nos transmitem. Esta oficina visa fornecer informação dimensionada às idades das crianças e estimular a sua criatividade, num contexto lúdico, contribuindo, dessa forma, para o desenvolvimento das suas capacidades cognitivas, emocionais, sensoriais e sociais.

Esta oficina funcionará entre o dia 29 de março e 4 de abril, das 11h às 12h30m.



Atelier Contar e escrever histórias

Destina-se a crianças a partir dos 8 anos. Com este atelier pretende-se criar um espaço de aprendizagem e de partilha, onde se procurará criar e cultivar o prazer de contar histórias, ler e de escrever, através de uma multiplicidade de atividades baseadas na leitura, na partilha de experiências, interpretações e ideias.

O atelier funcionará do dia 29 de março a 4 de abril, das 14h30m às 16h.



Etiquetas: ,

quarta-feira, 21 de março de 2012
Dia Mundial da Poesia

(pintura de Van Gogh)


Vem aí a Primavera



Ó primavera

Que linda que tu és

Cheirar as tuas flores

Brincar com as crianças

E o tempo a passar

E os pássaros a piar

Ar livre é para aproveitar

O descanso na árvore

Que lindas as tuas folhas

E os ninhos do parque

E tu Páscoa escondida

Para chegar o teu dia

E tu linda linda linda linda primavera

Ofereço-te este poema

Porque eu faço anos

E estou em ti



(Diogo Monteiro, 7 anos, Escola Básica do 1º ciclo da Aldeia do Futuro)
terça-feira, 20 de março de 2012
Agrupamento Vertical de Escolas de Grândola - Exposição

Etiquetas:

Dia Mundial do Teatro - Workshop


O Dia Mundial do Teatro celebra-se no próximo dia 27 de março. Tendo em conta a importância desta área artística para o crescimento da criança, assumindo-se como um importante instrumento de trabalho, pois proporciona o desenvolvimento da criança e favorece uma aprendizagem global, através de diferentes atividades lúdicas, a Biblioteca Municipal está a organizar dois dias para assinalar esta comemoração. Neste sentido, além de um cartaz alusivo ao dia, será dinamizado um workshop de expressão dramática para crianças e jovens a partir dos 8 anos.


Esta atividade tem como objetivos desenvolver a auto-estima e a criatividade, desenvolver noções de espaço, estimular o relacionamento interpessoal, compreender jogos de comunicação verbal e não verbal, trabalhar a concentração e a atenção, e estimular a criação de personagens, histórias ou jogos de imaginação.

Este workshop funcionará durante os dias 27 e 28 de março com o seguinte horário:

- das 10h30m às 12h30m e das 14h30m às 16h30m, nos 2 dias.

As inscrições podem ser efetuadas até ao próximo dia 26 de março (por e-mail, telefone ou presencialmente).

Contactos:
Telefone: 269450080

Etiquetas: ,

Vou ali comprar cigarros
     Quando se conheceram ela tinha deixado de fumar. Ele, não fumava. Mas, precisamente nesse dia, apeteceu-lhe violentamente um cigarro. Ele, solícito e sem ela perceber como, conseguiu satisfazer-lhe o desejo. A partir desse dia era ele quem comprava os cigarros, e trazia sempre dois ou três consigo. Para quando lhe apetecesse a ela.
     Viviam muito interessados um pelo outro. Os desejos de um eram ordens para o outro. Tinham encontrado uma vida em comum que fluía de uma forma natural e cúmplice. Os únicos obstáculos que enfrentavam eram exteriores a si próprios. Tinham aprendido com outras relações a só dar importância ao importante. Gostavam de muitas coisas comuns, mas também gostavam de muitas coisas de que o outro não gostava. Os amigos sentiam-se bem com eles.
     Aquilo a que se chama um projecto de vida, eles não tinham. Há muito que tinham passado, noutras relações, pela compra da primeira casa, pelo nascimento de filhos, pela compra da segunda casa, pelo nascimento de netos; as carreiras estavam agora estabilizadas. O que os unia era de facto esse interesse em serem felizes e em fazerem o outro feliz.
     Desde que fizeram a primeira viagem juntos, sem confessarem um ao outro que era para testar se a relação podia funcionar, todos os anos faziam uma a duas viagens. E viam o que os outros não viam. Um museu fora de roteiro, galerias emergentes, travavam conhecimento com locais, faziam amigos. Sempre fora dos circuitos turísticos.
     Numa dessas viagens, após o último almoço numa esplanada, tinha-lhe apetecido fumar. Mas desta vez ele não conseguiu encontrar-lhe tabaco. Já no aeroporto de regresso, e com tempo para um cigarro na rua, cgarro esse que ela já tinha esquecido, diz-lhe ele: "vou ali comprar cigarros". Ela esperou junto da bagagem.
     Ele, não voltou. Ela, nunca mais fumou.

Dalila Pinto de Almeida, in "O Canto do Galo: Microcontos do Blog O Galo de Barcelos ao Poder"

Etiquetas:

segunda-feira, 19 de março de 2012
Dia do Pai
Ter um Pai! É ter na vida
Uma luz por entre escolhos ;
É ter dois olhos no mundo
Que vêem pelos nossos olhos!

Ter um Pai! Um coração
Que apenas amor encerra,
É ver Deus, no mundo vil,
É ter os céus cá na terra!

Ter um Pai! Nunca se perde
Aquela santa afeição,
Sempre a mesma, quer o filho
Seja um santo ou um ladrão ;

Talvez maior, sendo infame
O filho que é desprezado
Pelo mundo ; pois um Pai
Perdoa ao mais desgraçado!

Ter um Pai! Um santo orgulho
Pró coração que lhe quer
Um orgulho que não cabe
Num coração de mulher!

Embora ele seja imenso
Vogando pelo ideal,
O coração que me deste
Ó Pai bondoso é leal!

Ter um Pai ! Doce poema
Dum sonho bendito e santo
Nestas letras pequeninas,
Astros dum céu todo encanto!

Ter um Pai! Os órfãozinhos
Não conhecem este amor!
Por mo fazer conhecer,
Bendito seja o Senhor!

Florbela Espanca


     O Dia do Pai  é uma homenagem aos pais de todo o mundo. Em Portugal o Dia do Pai celebra-se a 19 de Março, dia dedicado a São José, pai de Jesus. A institucionalização de um dia de homenagem aos pais terá acontecido nos Estados Unidos, em 1909, quando Sonora Luise pretendia um dia especial para homenagear o seu pai, William Smart, um vetereno da Guerra Civil.

Etiquetas: ,

sexta-feira, 16 de março de 2012
Bom Fim-de-Semana
Ilustração de Jesús Gabán

Os funcionários da Biblioteca Municipal desejam um bom fim-de-semana a todos os utilizadores
Poema da Semana
Onomatopeia

Menino franzino,
quase pequenino,
pequenino, triste,
neste mundo só...

Menino, desiste
de que tenham dó!

Desiste, menino,
que o mundo é cretino...
Deixa o teu violino,
toca o sol-e-dó.

Cada teu suspiro
cai ao chão no pó...
Canta o tiro-liro
tiro-liro-ló.

Deixa o teu violino,
que não te é destino.
Desiste menino,
de que tenham dó!

Menino franzino,
triste e pequeno,
pequenino, triste,
neste mundo só...

Menino, desiste!
Toca o sol-e-dó.
Canta o tiro-liro, repipiro-piro,
canta o repipiro, tiro-liro-ló.

José Régio, in "Poesia Portuguesa para crianças: Antologia"

Etiquetas:

quinta-feira, 15 de março de 2012
Filme da Semana
Num Mundo Melhor

um filme de Susanne Bier

"Anton é um médico que divide o tempo entre a sua casa numa cidade idílica da Dinamarca, e o seu trabalho num campo de refugiados em África. Nestes dois mundos tão distintos, ele e a sua família vão enfrentar conflitos que os irão levar a escolhas bastantes difícies entre o pacifismo e a violência, entre a vingança e o perdão.

Vencedor do Oscar e do Globo de Ouro para Melhor Filme Estrangeiro, "Num Mundo Melhor" proporciona uma visão única e fascinante sobre a complexidade das emoções humanas."

Este DVD encontra-se disponível para visionamento na Biblioteca Municipal.

Etiquetas:

quarta-feira, 14 de março de 2012
Livro da Semana
O CÉU EXISTE MESMO

de

Todd Burpo

"A história real do menino que esteve no Céu e trouxe de lá uma mensagem - Colton Burpo tinha quatro anos quando foi operado de urgência. Meses mais tarde, começou a falar daquelas breves horas em que esteve entre a vida e a morte, e da sua extraordinária visita ao céu. O seu relato só agora foi revelado pelos pais. E tornou-se num fenómeno editorial sem precedentes. Foi em 2003 que o pequeno Colton, sentado na sua cadeirinha no banco de trás do carro, começou a falar sobre os anjos que o tinham visitado durante a operação à apendicite aguda... O pai, sacerdote, nem queria acreditar. Estacionou, respirou fundo, e fez algumas perguntas ao filho. E o miúdo respondeu, sem dar muita importância ao assunto. Falou do que viu, dos seus encontros com Deus e com Jesus, das visões que teve durante a cirurgia, da mãe e do pai a rezarem enquanto ele era operado. Foi apenas o início. Colton tinha de facto visitado o céu, e trazia consigo uma importante mensagem para partilha."

Este livro encontra-se disponível na biblioteca com a cota 82 LE-3 BRP

Etiquetas: ,

terça-feira, 13 de março de 2012
Visto de Helicóptero
     Uma fila desconjuntada, que não é fila mas sim um monte de homens lado a lado num corredor onde cabem lado a lado três homens, e a fila tem muitos metros de comprimento, portanto devem estar ali centenas e centenas de homens e, sim, estão na fila para procurar emprego e o que é estranho é que não são agressivos, mesmo quando alguém salta uma barreira e passa para o meio deles, ultrapassando muitos outros homens. E isto seria de louvar pela compaixão, paciência, tranquilidade e sabedoria que os seres humanos revelam mesmo em situações difíceis, mas afinal é isto: ninguém tem esperança de chegar ao fim da fila e ter um emprego, por isso podem cortar caminho, passar uns à frente dos outros, podem fazer batota, e ninguém se incomoda; estão apáticos, neutros. De qualquer maneira, de helicóptero, o desespero é mesmo tranquilo; o desespero e a tranquilidade parecem ser, aliás, a mesma coisa, quando vistos daqui.

Gonçalo M. Tavares, in "Short Movies"

Etiquetas:

segunda-feira, 12 de março de 2012
Pedro e o Lobo
Sábado, dia 10 de março, os técnicos da biblioteca municipal apresentaram uma pequena dramatização baseada na obra de Sergey Prokovief "Pedro e o lobo", inserida na Animação do Livro e da Leitura Para Todos.

Desde já, queremos agradecer aos voluntários que nos ajudaram a realizar esta actividade: Fábio Constantino, João Mendes, João Ratinho e Linda Marques.




































Etiquetas:

sexta-feira, 9 de março de 2012
Bom Fim-de-Semana
Anjo (1998) de Paula Rego

Para todos um bom fim-de-semana
Poema da Semana
Anseios

Meu doido coração aonde vais,
No teu imenso anseio de liberdade?
Toma cautela com a realidade;
Meu pobre coração olha cais!

Deixa-te estar quietinho! Não amais
A doce quietação da soledade?
Tuas lindas quimeras irreais
Não valem o prazer duma saudade!

Tu chamas ao meu seio, negra prisão!...
Ai, vê lá bem, ó doido coração,
Não te deslumbre o brilho do luar!

Não estendas tuas asas para o longe...
Deixa-te estar quietinho, triste monge,
Na paz da tua cela, a soluçar!...

Florbela Espanca

Etiquetas:

quinta-feira, 8 de março de 2012
Dia Internacional da Mulher


Florbela Espanca

Nasceu em Vila Viçosa em 8 de dezembro de 1894, filha de Antónia da Conceição Lobo, mulher de condição humilde. Apesar de ter sido registada como filha ilegítima, seria educada pelo pai, João Maria Espanca, numa família da classe média que lhe proporcionou uma educação académica e literária pouco comum às mulheres da sua época. Foi uma das primeiras mulheres em Portugal a frequentar o ensino secundário e o curso de Direito da Universidade de Lisboa.

De personalidade forte, determinada e inquieta, Florbela diferenciava-se das mulheres da sua classe e meio social pelo modo de vida pouco comum para a época.

A poesia de Florbela reflete a intensidade dos seus estados de alma, a exaltação das suas paixões, o inalcançável desejo de plenitude e infinito e é marcada por uma sensualidade e erotismo, que precede um movimento de emancipação literária da mulher face às convenções morais e sociais do seu tempo. Apenas décadas mais tarde a sua obra seria reconhecida nos meios literários “pela intensidade de um emotivo erotismo feminino, sem precedentes na poesia portuguesa”.

Somente duas antologias, Livro de Mágoas (1919) e Livro de Sóror Saudade (1923), foram publicadas em vida da poetisa. Toda a sua obra poética foi reunida por Guido Battelli no volume Sonetos Completos, publicado pela primeira vez em 1934, após o que foram feitas dezenas de reedições.

Suicidou-se em Matosinhos, no dia em que completava 36 anos.

Conta-se que morreu de uma tristeza sem fim.

Pedro e o Lobo - 10 de Março - 11H
terça-feira, 6 de março de 2012
Biblioteca Itinerante de Grândola - Reportagem na SIC




No próximo sábado, dia 10 de março, a SIC transmitirá uma reportagem sobre a Biblioteca Itinerante de Grândola, no “Jornal da Uma”, às 13h, e com repetição no “Jornal da Noite”, pelas 20h.

Não percam!


Etiquetas: ,

segunda-feira, 5 de março de 2012
Animação do Livro e da Leitura
No âmbito da "Animação do Livro e da Leitura", as atividades dinamizadas pelas técnicas, no mês transato, basearam-se nos temas do Carnaval e do amor, dividindo assim as sessões em dois momentos.

Numa primeira parte, as técnicas da biblioteca municipal projetaram a visualização de dois pequenos filmes: um sobre o carnaval de Podence, um dos mais tradicionais de Portugal, em que o povo assiste à correria dos caretos pelas ruas chocalhando as raparigas, e o outro alusivo ao Carnaval de Veneza.
Após o visionamento das películas, as crianças tiveram de colocar num diagrama de Venn as imagens correspondentes a cada um dos Carnavais, ficando assim a conhecer as suas diferenças.

Num segundo momento, foi contada a história "Oferece-me a lua" escrita por Roxane Marie Galliez, ao som de uma música ambiente de Vivaldi, maravilhando, dessa forma, os meninos e as meninas que ouviram e se deixaram embalar pelos encontros apaixonados das personagens da história.











Etiquetas: