blogspot visitor counter
Biblioteca Municipal de Grândola
Biblioteca Municipal de Grândola
Rua Dr. José Pereira Barradas 7570-281 Grândola tlf:269450080 fax:269498666 biblioteca@cm-grandola.pt
sexta-feira, 29 de outubro de 2010
Bom fim-de-semana!
Marc Chagall
A Biblioteca Municipal deseja a todos um óptimo fim-de-semana.
Visita J.I de Água Derramada
Hoje de manhã recebemos as crianças do Jardim de Infância de Água Derramada para ouvirem o Carlos contar a história "Blimundo" de Celina Pereira.



Etiquetas:

Poema da Semana
Do rio que tudo arrasta se
diz que é violento.
Mas ninguém diz violentas as
margens que o comprimem.

Bertold Brecht

Etiquetas:

Visita do J. I de Grândola e da Creche
Ontem, dia 28 de Outubro, a Creche e Jardim de Infância e a sala amarela do Jardim de Infância de Grândola vieram dar os parabéns à Biblioteca Municipal de Grândola pelo seu vigésimo primeiro aniversário.








Etiquetas:

quinta-feira, 28 de outubro de 2010
Parabéns, Biblioteca

Há 21 anos, juntando desejos e vontades, pegámos num sonho há muito embalado e demos-lhe corpo e espaço para crescer.

A páginas tantas construímos castelos sem muralhas enchendo as vidas com livros, sons e imagens, ideias e luz.

Com o tempo fomos esculpindo novos sonhos, desafiando constantemente o futuro e abrindo novas páginas onde se há-de escrever a história comum que formos capazes de criar.

Aos 21 anos queremos continuar a crescer e ir cada vez mais longe, para estarmos ainda mais perto do essencial. Pelas páginas de todos os livros que preencheram as nossas vidas. Por Grândola. Por si...

Etiquetas: ,

quarta-feira, 27 de outubro de 2010
Visita da EB1 de Ameiras 2
Hoje, o Carlos e a Cátia contaram duas histórias do livro Esdrúxulas, graves e agudas, magrinhas e barrigudas de José Fanha - "Um olho roxo e outro cor de laranja" e "Cantiga esdrúxula".



Etiquetas:

Livro da Semana




O Bom Inverno
de
João Tordo



Quando o narrador - um escritor frustrado e hipocondríaco - se desloca a Budapeste para um encontro literário, está longe de imaginar até onde a literatura o pode levar. Planeando uma viagem rápida e sem contratempos, acaba por conhecer um escritor italiano mais jovem, mais enérgico e muito pouco sensato, que o convence a ir com ele até Sabaudia, em Itália, onde o famoso produtor de cinema Don Metzger reúne um leque de convidados excêntricos numa casa escondida no meio de um bosque.
O cinema não é, porém, a única obsessão de Don: da sua propriedade em Sabaudia levantam voo balões de ar quente estranhamente vazios, construídos como obras de arte por Andrés Bosco, um catalão cuja relação com o produtor permanece um enigma. Nada, aliás, na casa de Metzger é o que parece; e, depois de uma primeira noite particularmente agitada, o narrador acorda com a pior notícia possível: Don foi encontrado morto no seu próprio lago.
Bosco toma nas suas mãos a tarefa de descobrir o culpado e de o castigar, isolando o grupo de convidados na casa e montando-lhe um verdadeiro cerco. Confrontados com os seus piores medos, assustados, frágeis e egoístas, estes começarão a atraiçoar-se e a acusar-se mutuamente, num pesadelo que parece só poder terminar quando não sobrar ninguém para contar a história.


Neste romance absorvente e magnificamente narrado, com alguns dos melhores diálogos da literatura portuguesa, João Tordo coloca a sua arte ao serviço de uma história carregada de suspense, em que o amor e a literatura se misturam com sexo, crime e metafísica, agarrando o leitor da primeira à ultima página.
Pode encontrar este livro na sua biblioteca com a cota 82 LP-3 TRD

Etiquetas:

terça-feira, 26 de outubro de 2010
Visita do J. I. de Grândola
Hoje, o Jardim de Infância de Grândola (sala azul) visitou a biblioteca, para ouvirem a Sofia contar a história "A casa da mosca fosca" de Eva Majuto.



Etiquetas:

A lenda do tambor
Aconteceu há muito, muito tempo, em África, numa distante e lindíssima aldeia...
Depois de um dia bem quente, chegou a noite, mas... que fria!
Tão fria que os macacos resolveram aquecer-se à volta de uma fogueira.
Lindas as chamas, que tremendo também apontavam o céu.
Céu tão escuro.
Cheio de pontos brilhantes, mas entre eles está um que pela sua forma logo chamou a atenção.
- Olhem, olhem todos. Aquela! Parece a fatia de uma abóbora! Disse um dos macaquinhos.
- Qual fatia de abóbora! Respondeu outro. Se não sabes aquela é a LUA.
- Ah! Mas tão alta, tão alta! Tão linda!
- Verdade é a lua. Temos que a chamar de "Madrinha Lua". É tão poderosa, dá-nos tantas coisas e até faz mexer as marés e o milho dos nossos milheirais. E faz as galinhas porem mais ovos. Alcançá-la, chegar até tão alto era o grande problema.
E deu que pensar.
De repente, um dos macaquinhos lembrou-se que ponde-se em cima uns dos outros, subindo, subindo... talvez a alcançassem.
Se bem pensaram, melhor fizeram. No alto da pirâmide, o último macaquinho quase tocava a LUA. De tão encantado com a beleza dela, quase não conseguia falar.
E muito a medo:
- "Madrinha Lua", tu que estás tão poderosa, faz com que eu chegue a ti.
- Não tenhas medo, estás tão perto que basta esticares bem, bem, o braço e tocarás uma das minhas pontas.
Cheio de coragem e ao primeiro salto, ele pousou naquele mar de brilho que logo o entonteceu.
Tudo tão brilhante, que o nosso macaquinho, com os olhos esbugalhados de espanto, só conseguiu ver e admirar os também brilhantes cabelos da "Madrinha Lua".
- Anda, podes passear, conhecer-me, descobrir tudo à nossa volta.
- Para que contes melhor o que viste, vou ensinar-te a fazer um objecto especial, que será também um presente para os teua amigos que lá em baixo te esperam, e com novidades.
Lá foram colhendo alguns ramos e folhas, todos tão brilhantes que encandeavam.
- Com jeito, com jeito!
Aconcelhava a "Madrinha Lua". Junta as folhas em baixo, agora à volta e os ramos ficam na vertical. Vá lá, mais folhas, por cima dos ramos. E aqui tens, são fios dos meus cabelos para atar tudo muito, muito bem. Agora mais dois ramos, um em cada mão e bate com eles sobre as folhas.
O som era algo nunca dantes ouvido.
De tal maneira especial que o nosso macaquinho pediu à Lua que o deixasse regressar e levar aquele presente aos amigos.
Depois de atado com alguns fios de cabelos da "Madrinha Lua", lá começou a descida, mas sabendo que, conforme combinado com ela, o sinal para ser largado seria o primeiro "toque" nesse objecto de som tão poderoso.
Tomado de ansiedade e alegria, que foram aumentando à medida que ía descobrindo no meio das copas das palmeiras as palhotas dos pais, dos amigos e outros familiares, tão perto se julgou que nervosamente, começou a tocar... e, assim, foi largado pela "Madrinha Lua".
Na queda, dobrou-se de tal maneira o som que, chegado a todas as aldeias em redor, trouxe até ele todos os outros macaquinhos, que logo quiseram fazer e ter um "instrumento" igual e ... saber novas da "Madrinha Lua".
E assim nasceu o tambor.
Celina Pereira in Estória, estória... do tambor a Blimundo

Etiquetas:

segunda-feira, 25 de outubro de 2010
Visita do J. I. Aldeia do Futuro




Durante a tarde acolhemos os meninos do Jardim de Infância da Aldeia do Futuro para ouvirem a Sara contar "A tartaruga que queria dormir" de Roberto Aliaga.

Etiquetas:

Visita do J. I. Grândola (Sala Verde) e EB1 Cadoços

Esta manhã recebemos o Jardim de Infância de Grândola (sala azul) e a EB1 dos Cadoços para ouvirem o Carlos e a Sofia contarem as histórias "Blimundo" de Celina Pereira e "Hipólito, o filantropo" de Eric Many.
















Etiquetas:

Novidades de Livros



GRILO, Eduardo Marçal
Se não estudas, estás tramado
37 GRL

GREGORIO, Michael
Crítica da razão criminosa
82 LE-3 GRG

MARTEL, Yann
Beatriz e Virgílio
82 LE-3 MRT




WALSH, Joanna
Os melhores beijinhos
82 LE-34 WLS (Inf.)

OLI
O pirata pata de lata
82 LE-1 OLI (Inf.)

NUNEZ, Marisa
Os três ursos
82 LE-34 NNZ (Inf.)

Etiquetas:

quinta-feira, 21 de outubro de 2010
Parabéns, República!
No passado Sábado, dia 16 de Outubro, realizou-se o espectáculo de Teatro para a Infância "Parabéns, República!" de Paulo Lages e Pedro Leitão, no Jardim 1º de Maio.
Aqui ficam algumas fotografias.









Etiquetas: ,

As Vozes da República

Etiquetas:

Visita do Jardim de Infância de Grândola e EB1 da Água Derramada
Continuando com as visitas dos Jardins de Infância e EB1 do Concelho, ontem foi a vez da Sala Vermelha do Jardim de Infância de Grândola e a EB1 da Água derramada virem ouvir as histórias "Os quatro amigos" e "A tartaruga que queria dormir" contadas pela Sara, pela Cátia e pelo Carlos.














Etiquetas:

terça-feira, 19 de outubro de 2010
Visita dos Jardins de Infância e EB1
Ontem, dia 18 de Outubro, tivemos a visita dos Jardins de Infância do Canal Caveira, Azinheira de Barros e Lousal, e da EB1 da Aldeia do Futuro.
A Sara contou a história "A tartaruga que queria dormir" de Roberto Aliaga aos meninos dos Jardins de Infância; e a Cátia contou a história "Os quatro amigos" dos irmão Grimm aos meninos da EB1.











Etiquetas:

segunda-feira, 18 de outubro de 2010
Novidades Livros


LOO, Tessa de
Harlekino
82 LE-3 LOO

LAURYSSENS, Stan
Dalí e eu: uma história surreal
82 LE-3 LRY

JAROS, Patrik
Não deite fora!: cozinhar com sobras
641.5 JRS




SAMPAIO, Jorge
O meu livro de Política
32 SMP (Juv)




FANHA, José
Esdrúxulas, graves e agudas, magrinhas e barrigudas
82 LP-1 FNH (Inf)

TELLO, António
O grande livro das bruxas
82 LE-34 TLL (Inf)

TENREIRO, Ana Leonor
O homem que ia contra as portas
82 LP-34 TNR (Inf)

Etiquetas: