blogspot visitor counter
Biblioteca Municipal de Grândola
Biblioteca Municipal de Grândola
Rua Dr. José Pereira Barradas 7570-281 Grândola tlf:269450080 fax:269498666 biblioteca@cm-grandola.pt
terça-feira, 31 de janeiro de 2017
Horário Biblioteca Itinerante - Fevereiro
Princípio de ano
Na primeira segunda-feira deste mês de Janeiro fui fazer a pré-inscrição dos meus netos no colégio escolhido pelos pais, para o próximo ano lectivo em que, possivelmente, regressarão à Pátria.
Ignorante destas andanças actuais, pensava eu que, chegando às nove da manhã à secretaria tudo se resolveria em três tempos. Acontece que, às nove da manhã - segundo a senha que me foi atribuída - tinha apenas duzentas e trinta e sete pessoas à minha frente... Pessoas que enchiam os pátios, que enchiam a rua, que berravam ao telemóvel «É sempre a mesma coisa, este ano cheguei aqui às sete, e já havia gente à minha frente!»
Há apenas duas funcionárias a despachar o pessoal, ambas naquele ritmo calejado de quem tem todo o tempo do mundo pela frente e, se os outros não tiverem, que se lixem. Algumas horas depois (e porque muitos pais desistiram de esperar e foram à vida) lá me vejo diante da funcionária, a quem explico toda a história (as crianças vivem muito longe, nunca andaram em escolas portuguesas, etc.) e entrego os impressos que, entretanto, preenchi.
Confesso que nunca fui boa a preencher impressos, mas ali pensava ter feito obra asseada.
Impassível, sem sequer olhar para mim enquanto falo, a funcionária diz-me que falta o nome da escola que eles agora frequentam, e eu aponto a linha do impresso onde isso está, «mas falta a morada», e eu digo que não sei a morada, sei que é em Chicago e mais nada, mas sem morada nada feito, diz ela, e além disso também faltam os dados sobre o local de trabalho do pai das crianças, só «Universidade de Chicago», não chega, diz ela, é preciso nome de departamento, morada, telefone ou telemóvel - apesar de eu lhe ter dito que serei eu a tratar de tudo, e de lhe ter dado todos os meus contactos possíveis e imagináveis.
Não se comove, mas diante do meu ar aflito, lá condescende em que mande tudo o que falta por fax, mas o mais rapidamente possível. Vou já a sair a porta da secretária quando ela me chama, só para dizer que lá para Maio terei a resposta, mas que não alimente esperanças, porque nenhuma das crianças vai conseguir entrar, e muito boa tarde, e um bom ano para a senhora.

Alice Vieira in "Pezinhos de coentrada"

Etiquetas:

segunda-feira, 30 de janeiro de 2017
Novidades Livros

 ALEXIEVICH, Svetlana
A guerra não tem rosto de mulher
82 LE-3 LXV


 ROWLING, J. K.
Harry Potter e a criança amaldiçoada
82 LE-2 TFF (Juv.)


DENEUX, Xavier
Quico no infantário
82 LE-34 DNX (Inf.)

Etiquetas:

sexta-feira, 27 de janeiro de 2017
Bom Fim-de-Semana
Ilustração de Paulo Galindro

Os funcionários da Biblioteca Municipal desejam a todos os utilizadores um bom fim-de-semana.
Poema da Semana
PARA CHEGAR A UMA ESTRELA

Para chegar a uma estrela
É preciso ir mais além,
Não ter medo de perdê-la
Por lá não haver ninguém.

Soltá-la na noite fria,
Ter um nome p'ra lhe dar,
Andar com ela de dia
Nos verdes jardins do olhar.

Esquecê-la, à tarde, sem pressa
Num livro que se anda a ler,
Trocar-lhe as voltas depressa
Antes que possa morrer.

Escrever com letra bonita
A história de quem amou
Estrelas de luz infinita,
Segredos que o mar cantou.

Para chegar a uma estrela
Não basta ouvir a razão,
É preciso saber vê-la,
Quando nos cega a paixão.

Vergílio Alberto Vieira

Etiquetas: ,

quinta-feira, 26 de janeiro de 2017
Filme da Semana

Era uma vez na Anatólia

um filme de

Nuri Bilge Ceylan

"Misterioso e cativante, o filme do premiado realizador Nuri Bilge Ceylan acompanha, durante uma longa noite, um grupo de polícias e detectives numa busca impiedosa por um cadáver enterrado nas estepes da Anatólia.
A exumação deste corpo vai também desenterrar pensamentos e medos há muito escondidos nas cabeças destes investigadores obstinados."

Etiquetas: ,

quarta-feira, 25 de janeiro de 2017
Sábados com o CCVL

Etiquetas:

terça-feira, 24 de janeiro de 2017
Apresentação do livro "Momentos"
No passado sábado, 21 de janeiro, realizou-se na Biblioteca Municipal a apresentação do livro "Momentos" de Maria Teresa Vitorino.

A sessão contou com a presença de Maria Adélia Botelho e convidados.





Etiquetas:

segunda-feira, 23 de janeiro de 2017
Novidades Livros

HAN, Kang
A vegetariana
82 LE-3 HAN


STILTON, Geronimo
Operação panetone
82 LE-311.3 STL (Inf.)


CHERNYSHEVA,  Natalia
O regresso
82 LE CHR (Inf.)

Etiquetas:

sexta-feira, 20 de janeiro de 2017
Bom Fim-de-Semana
Caminhante Acima de um Mar de Nevoeiro, de Friedrich

Um excelente fim-de-semana.
Poema da semana
BRISA

Onde a brisa sopra
está a minha cara,
rosto posto
ao ar, puro prazer.
Onde está a brisa
estou lá eu,
e juntos vamos
à procura de um céu novo
para correr.

Alexandre Honrado

Etiquetas:

quinta-feira, 19 de janeiro de 2017
Filme da Semana

O amor é uma coisa estranha

um filme de

Ira Sachs

"Após 39 anos juntos, Ben e George decidem dar o nó numa conservatória do registo civil em Manhattan, na sequência da aprovação da lei que permite o casamento entre homossexuais.
No regresso da lua-de-mel, Ben é despedido do seu emprego de longa data como maestro de coro numa escola católica mista, por causa dos votos de casamento. Sem economias, o casal percebe que não tem condições para continuar a pagar o seu pequeno apartamento em Chelsea. Poucos dias depois de se juntarem para celebrar as núpcias, família e amigos têm agora de se reunir para descobrir como ajudar os dois amigos."

Etiquetas: ,

quarta-feira, 18 de janeiro de 2017
Apresentação do livro "Momentos"
Apresentação do Livro "Momentos" de Maria Teresa Vitorino.

Este sábado, às 16h, na Biblioteca Municipal, não perca a sessão de apresentação do livro "Momentos".

Etiquetas:

"É UMA VEZ..."
Sessão de animação de animação do livro e da leitura "É UMA VEZ..." Os três Ursos" numa adaptação do texto de Marisa Nuñes, que decorreu este sábado (dia 14) na Biblioteca Municipal de Grândola".

As sessões de animacão "É UMA VEZ..." são direccionadas para o público em geral e têm entrada gratuita.






Etiquetas:

segunda-feira, 16 de janeiro de 2017
Novidades Livros
 JAMES, Marlon
Breve história de sete assassinatos
82 LE-3 JMS

SANDS, Kevin
A chave de Blackthorn
82 LE-311.3 SND (Juv.)


Pessoa, Fernando
Afinal o caracol
82 LP-1 PSS (Inf)


Etiquetas:

quarta-feira, 11 de janeiro de 2017
Os três ursos
Era uma vez três ursos que viviam numa cabana no meio do bosque.
Levantavam-se cedo todos os dias e tomavam um bom pequeno-almoço (porque os ursos gostam de crescer robustos e fortes).
Uma manhã, o Urso Grande, preparou uma deliciosa papa com mel e deitou-a em três tijelas:
Uma tijela grande para o Urso Grande, uma tijela média para a Ursa Média e uma tijela pequena para o Urso Pequeno.
Mas a papa estava muito quente e foram dar um passeio antes de comerem (porque os ursos não gostam nada de queimar a língua). Pouco depois chegou à cabana uma menina. Chamava-se Caracolinhos de Ouro e era muito traquina. Naquela manhã não tinha comido nada ainda. A menina espreitou pela janela e, ao ver as papas na mesa, ficou cheia de fome.
A porta estava aberta (porque os ursos nunca a fecham quando saem a passear) e Caracolinhos de Ouro nem pensou duas vezes antes de entrar.
Primeiro provou a papa da tijela grande, mas estava muito quente.
Depois provou a papa da tijela média, mas estava muito fria.
Por último provou a papa da tijela pequena e, lambendo-se disse:
- Mmm…! Nem muito quente nem muito fria: exatamente como eu gosto! E comeu-a toda.
Com a barriga cheia, Caracolinhos de Ouro decidiu ficar ali um pouco a descansar. Num recanto viu três cadeiras. Primeiro sentou-se na cadeira grande, mas era muito alta. Depois sentou-se na cadeira média, mas era ainda muito alta. Por último sentou-se na cadeira pequena, e sentiu-se confortável:
-Nem muito alta nem muito baixa: exatamente como eu gosto!
Tanto gostou da cadeira que se balançou para cá e para lá, e… Plás!, acabou no chão.
Caracolinhos de Ouro, meio atordoada por causa do tombo, sentiu que precisava de se deitar um pouco. Quando viu as escadas pensou: Talvez possa descansar lá em cima! E, pim-pim-pim, subiu aos saltinhos.
Ali encontrou o quarto dos ursos, onde havia três camas (porque os ursos preferem dormir em camas separadas).
Primeiro deitou-se na cama grande, mas era muito dura. Depois deitou-se na cama média, mas era muito mole. Por último deitou-se na cama pequena.
- Que bom! – suspirou-. Nem muito dura nem muito mole: exatamente como eu gosto! E num segundo adormeceu.
Ao fim de um tempo, os três ursos voltaram. Quando se aproximaram da mesa, perceberam que alguma coisa tinha acontecido (porque, quando algo de estranho se passa, os ursos farejam-no logo.)
-Alguém provou a papa da minha tijela grande – disse o Urso Grande.
- Alguém provou a papa da minha tijela média – disse a Ursa Média.
- E alguém provou a papa da minha tijela pequena…e não deixou nem uma gota! – Choramingou o urso pequeno.
Os três ursos foram à cozinha. Espreitaram debaixo da mesa, atrás da cortina, dentro do forno…,mas não encontraram ninguém! Como não sabiam mais o que fazer, decidiram sentar-se nas cadeiras a pensar (porque, quando têm que pensar em algo importante os ursos gostam de estar confortáveis).
-Alguém se sentou na minha cadeira grande – protestou o Urso Grande.
- Alguém se sentou na minha cadeira média – protestou a Ursa Média.
E alguém se sentou na minha cadeira pequena…e a despedaçou! – choramingou o urso pequeno.
Os três ursos estavam certos de que alguém tinha entrado na cabana, e decidiram verificar tudo (porque os ursos não gostam nada que usem as suas coisas sem licença). Subiram as escadas, pom-pom-pom…
O Urso Grande ia à frente;
No meio, a Ursa Média;
E o Urso Pequeno ia atrás.
Quando chegaram ao quarto, viram uma almofada no chão…
- Alguém se deitou na minha cama grande – rosnou o Urso Grande.
-Alguém se deitou na minha cama média- rosnou a Ursa Média.
- E alguém se deitou na minha cama pequena e…ainda não se levantou! – choramingou o Urso Pequeno, assustado, ao ver um vulto debaixo do cobertor.
Era Caracolinhos de Ouro que dormia tranquilamente.
Então, os três ursos puseram-se aos pés da cama e, muito zangados, soltaram um rugido enorme:
GRRRRRR…!
(porque os ursos, quando se zangam, rugem assustadoramente).
A menina teve tanto medo que ficou com os caracóis em pé.
Como a janela estava aberta (porque os ursos abrem as janelas de manhã para arejar acabana), deu um salto lá de cima e escapou como uma seta, pensando que a perseguiam três ursos muito ferozes.

Desde então, Caracolinhos de Ouro nunca mais entrou numa cabana do bosque sem ser convidada.

Marisa Núnez in "Os três ursos"

Etiquetas:

terça-feira, 10 de janeiro de 2017
Horário - Biblioteca Itinerante

A Biblioteca Itinerante de Grândola percorre todos os dias locais e aldeias do concelho, numa carrinha que é uma biblioteca móvel, repleta de livros, jornais, revistas e dvd's. Os utilizadores podem também aceder à internet. 

Boas Leituras!!!


segunda-feira, 9 de janeiro de 2017
Novidades Livros

MÁRAI, Sándor
A gaivota
82LE-3 MRI


TRAVERS, PAMELA L.
Mary Poppins
82 LE-3 TVR (Inf.)


KRAUSS, Ruth
Uma cova é para escavar: o livro das primeiras explicações
82 LE-3 TVR (Inf.)

Etiquetas:

sexta-feira, 6 de janeiro de 2017
Bom Fim de Semana
Ilustração de Maria João Cardoso

Os técnicos da Biblioteca Municipal de Grândola desejam a todos os utilizadores um excelente fim de semana.
Poema da Semana
Viver Feliz

Alimentar bem
Dá-nos saúde e energia

Comer kiwi, laranja e toranja
faz bem como a sopa e a canja.
Uma maçã por dia
Traz saúde e energia.

Uma refeição completa
Dá força e energia
Para andar de bicicleta.

Limão e pão
Faz bem ao coração
Legumes, carne e peixe
Por favor não nos deixe.

Uma refeição saborosa
Não é nada maliciosa
Porque é saborosa.

Alunos da Escola Básica e Jardim de Infância da Vila Chã, 2.ºF
Abertura da Exposição - AJUDARIS'16

Etiquetas:

quinta-feira, 5 de janeiro de 2017
Mês da Juventude


A Câmara Municipal de Grândola está a preparar mais uma edição do Mês da Juventude, e a exemplo dos anos anteriores, concede a todos a oportunidade de apresentarem propostas para a sua programação.

Se tens algum projeto ou ideia que gostasses de realizar durante o Mês da Juventude, envia a tua sugestão até ao dia 16 de Janeiro para o seguinte e-mail: gab.jovem@cm-grandola.pt

Contamos contigo!

Etiquetas:

O Salmouco
"Há muitos muitos anos, existiu uma princesa que vivia numa ilha rodeada de palmeiras. Todos os anos, Margarida (assim se chamava a princesa) ia até à praia conversar com o seu amigo muito especial: O Salmouco, um monstro cor de laranja que tinha nascido de um salmão e de um choco.
Salmouco, gostava muito de conversar com a Margarida e um dia confessou-lhe o seu maior receio:
- Sabes, eu tenho muito medo do príncipe, porque os meus antepassados sempre me avisaram que os príncipes matavam os monstros.Mas, eu apesar de ter este aspeto grande e medonho, não faço mal a ninguém. Apenas gosto de comer os peixes que se atravessam no meu caminho.
A princesa ouviu-o com muita atenção e disse-lhe:
- Eu compreendo. Vou falar com o príncipe para que ele não te faça mal.
E assim foi.
Todos os dias a princesa ia visitar o seu amigo. Um dia, Salmouco reparou que a Margarida andava muito triste e perguntou-lhe:
- O que tens Margarida?
- Estou um pouco triste porque já há muitos dias que não como um belo peixinho. Desde que expliquei ao príncipe que nunca nos farias mal e só querias os peixes para te alimentar, ele nunca mais foi pescar. E bem que me apetecia um belo peixinho cozido com umas belas couvinhas!
- Pois é - respondeu o Salmouco - eu como todos os dias. E bem saudável que é. Todos os dias como uns 15 peixinhos. 
- Tantos? - respondeu a princesa - não admira que o Príncipe não consiga pescar.
- Tens razão - disse o Salmouco - Se eu comer todos os peixes que há no mar, tu não consegues comer nenhum. Temos de resolver isso, tu és a minha melhor amiga e nunca tiveste medo de mim apesar deste meu aspeto grande e medonho.
- Tenho uma ideia - disse a princesa - amanhã trago-te um livro sobre alimentação saudável.
Oh - respondeu tristemente o Salmouco - mas eu não sei ler.
- Não te preocupes que havemos de arranjar uma solução.
E todos os dias, mal o sol começa a brilhar no céu, a princesa Margarida, ia até à praia e lia-lhe um capítulo do livro «Papa Histórias».
O Salmouco ouvia maravilhado e até conseguiu aprender algumas palavras das suas histórias preferidas: «Guisado da imaginação», «A sopa de letras» e a «A cebola que ri».
Quando a princesa terminou de ler todas as histórias, o salmouco disse:
- Agora já sei como me posso alimentar sem ser só com peixe.
A partir de hoje vou ter uma alimentação muito mais saudável e o príncipe poderá também pescar o melhor peixe para o vosso almoço.
E assim foi.
A partir desse dia nunca mais faltou peixe na mesa da princesa e o Salmouco tornou-se num belo monstro saudável e forte.
Pão com sardinha assada, está a história acabada."

Crianças do Jardim de Infância de Ameiras de Cima - Grândola in "AJUDARIS'16: Histórias de encantar"

Etiquetas:

quarta-feira, 4 de janeiro de 2017
Livro Da Semana

Ajudaris'16:
Histórias de encantar escritas por jovens autores

"Um dos projetos mais inovadores e emblemáticos da Ajudaris é o «Histórias da Ajudaris», criado em 2009 e que vai para a 8.ª edição. Contamos com mais de 600 estabelecimentos de ensino solidários e, entre crianças, pais, professores, figuras ilustres e voluntários, contamos com cerca de 30.000 pessoas envolvidas no mesmo, intensamente empenhadas na concretização e alargamento sucessivo deste projeto que promove a leitura, a escrita e a cidadania. Nestes livros as crianças, orientadas pelos professores, são as protagonistas e autoras na partilha da magia da sua criatividade com os seus pares e com a sociedade em geral. 
Neste ano de 2016, crianças e jovens orientados pelos seus professores solidários fazem germinar uma obra coletiva repleta de histórias maravilhosas e mágicas sobre a «Alimentação e o Combate ao Desperdício», pinceladas de cor e magia por artistas solidários conceituados e novos talentos de vários pontos do mundo. Todo o resultado é uma obra imperdível."


Etiquetas:

terça-feira, 3 de janeiro de 2017
Novidades Livros

HORTS, Jorn Lier
Fechada para o inverno
82 LE-312.4 HRS


TAN, Shaun
Contos dos subúrbios
82 LE-34 TAN (JUV.)


GENECHTEN, Guido Van
Será... um gato?
82 LE GNC (INF.)

Etiquetas: