blogspot visitor counter
Biblioteca Municipal de Grândola
Biblioteca Municipal de Grândola
Rua Dr. José Pereira Barradas 7570-281 Grândola tlf:269450080 fax:269498666 biblioteca@cm-grandola.pt
sexta-feira, 30 de setembro de 2011
Bom Fim-de-Semana
Emil Nolde, "Mar de Outono" - 1910

Os Funcionários da Biblioteca Municipal desejam a todos um bom fim-de-semana
Poema da Semana
CONVITE

Declino

é um convite
teu
que declino

Para a chuva seca
nos passeios
imóveis

declino

ou não entendo
o espaço

Não esperes que
suicide
ou a pergunta

declino
ainda
e declino água

A palavra que escurece
ou o gemido
no muro como no mês

Declino o outono
e não o faço

Maria Teresa Horta, in "Poesia Reunida"

Etiquetas:

quinta-feira, 29 de setembro de 2011
Filme da Semana
The fighter: último round

de

David O. Russel

"The fighter é a história verídica e inspiradora de dois irmãos que, contra todas as expectativas, se aproximam para treinar para um histórico combate pelo título que irá unir a sua família desfeita, redimir os seus passados e dar finalmente à sua cidade aquilo por que esta tanto espera: orgulho.
Dicky Ecklund é uma antiga lenda do pugilismo que desperdiçou os seus talentos e deitou fora a sua oportunidade de chegar ao topo. Micky Ward, o seu meio-irmão, é um pugilista batalhador que viveu toda a vida na sombra do irmão.
The fighter: último round é um drama familiar comovente e muitas vezes humorístico sobre como lutar por aqueles que se ama."

Pode visionar este fime na Biblioteca Municipal.

Etiquetas:

quarta-feira, 28 de setembro de 2011
Livro da Semana
Esqueci-me como se chama

de

Daniil Harms


"Histórias e poemas humorísticos, sempre dominados por uma visão absurda, subversiva e carnavalesca do quotidiano, onde ficamos a conhecer a Lenotchka, que frustra todas as tentativas do seu amigo Igor para escrever uma história, porque, segundo ela, todas as histórias por ele imaginadas já foram escritas. Assistimos a um hilariante diálogo sobre uma visita a um jardim zoológico e a uma corrida que alguns animais fazem para descobrir quem será o mais rápido. Conhecemos o Vova, personagem que parece estar condenado a beber eternamente óleo de peixe. Tentamos descobrir como gritam os ouriços e como é possível alguém não conseguir dizer gaulinha, quer dizer, gaulinhalinha, ou seja, galinhalenha... Ficamos a saber como contrariar a teimosia de um burro.
Aceitamos o convite do autor, que nos envia uma fotografia para desvendar um caso misterioso. Vamos até ao espectacular circo Printinpram e, no final, travamos amizade com o Kolka Pânkin e o seu amigo Petka Erchov, acompanhando-os na sua imaginária viagem até ao Brasil. Enfim, um conjunto de histórias e poemas que são uma boa amostra da produção para a infância de Harms, onde, como poucos, consegue captar o dia-a-dia, as brincadeiras e comportamentos infantis, juntando-lhes fantasia e absurdo quanto baste."

Este livro encontra-se disponível na Biblioteca Municipal.

Etiquetas: ,

terça-feira, 27 de setembro de 2011
"LER PARA QUERER" - Clube de Leitura
A Biblioteca Municipal de Grândola vai dinamizar, a partir do dia 12 de Outubro, um Clube de Leitura, denominado "Ler para Querer", um novo espaço destinado às crianças e jovens do concelho. As sessões decorrerão às quartas-feiras, quinzenalmente, entre as 14h30m e as 16h30m.
Este Clube, destinado a crianças dos 8 aos 16 anos, será um espaço de aprendizagem e de partilha, onde se pretenderá criar e cultivar o prazer de ler , através de uma multiplicidade de actividades baseadas na leitura (leituras dramatizadas, leitura presencial em voz alta, contacto com a literatura de acordo com os gostos e interesses dos participantes, sessões de partilha de experiências, interpretações e ideias, criação de marcadores de livros, visualização de filmes adaptados a partir de livros, pesquisa de pensamentos/frases de autores ligados à leitura, criação de "A pequena enciclopédia de Literatura", audição de poemas cantados e outras músicas que se associem aos livros, recitais de poesia, exercícios de imaginação, jogos de intertextualidade, entre outras coisas...).



Mais informações e inscrições na Biblioteca Municipal de Grândola

Etiquetas: ,

segunda-feira, 26 de setembro de 2011
Novidades Livros


WADR, J. R.
Cobiça
82 LE-3 WRD

SMITH, Deborah
Segredos do passado
82 LE-3 SMT

A mesa dos Reis de Portugal
94(469)




STEPHENS, John
Crónicas da Origem: O Atlas Esmeralda
82 LE-311.3 STP (Juv)

CARMAN, Patrick
O Círculo Negro
82 LE-311.3 CRM (Juv)

MACK, Tracy
O confronto final
82 LE-311.3 MCK (Juv)




ALMEIDA, Maria Inês de
Sabes onde é que os teus pais se conheceram?
82 LP-34 LMD (Inf)

MATOS, Luís de
O cágado Gaspar
82 LP-34 MTS (Inf)

SOARES, Luísa Ducla
Quero Crescer
82 LP-34 SRS (Inf)

Etiquetas:

sexta-feira, 23 de setembro de 2011
Bom Fim-de-Semana!
Júlio Resende (1917-2011)

Os funcionários da Biblioteca Municipal de Grândola desejam a todos um excelente fim-de-semana.
Poema da Semana
Menininha

Menininha do meu coração
Eu só quero você
A três palmos do chão
Menininha não cresça mais não
Fique pequenininha na minha canção
Senhorinha levada
Batendo palminha
Fingindo assustada
Do bicho-papão.

Menininha, que graça é você
Uma coisinha assim
Começando a viver
Fique assim, meu amor
Sem crescer
Porque o mundo é ruim, é ruim e você
Vai sofrer de repente
Uma desilusão
Porque a vida é somente
Teu bicho-papão.

Fique assim, fique assim
Sempre assim
E se lembre de mim
Pelas coisas que eu dei
Também não se esqueça de mim
Quando você souber enfim
De tudo o que eu amei.

Vinicius de Moraes in "A arca de Noé"

Etiquetas:

quinta-feira, 22 de setembro de 2011
Filme da Semana
Vais conhecer o homem dos teus sonhos

de
Woody Allen

"Vais conhecer o homem dos teus sonhos acompanha um par de casais, Alfie e Helena, a filha destes, Sally e o marido, Roy, cujas paixões, ambições e ansiedades os metem em sarilhos e os fazem perder o juízo.
Depois de Alfie deixar Helena para perseguir a sua juventude perdida na figura de uma jovem prostituta de espírito livre chamada Charmaine, Helena abandona a racionalidade e entrega a sua vida aos conselhos patetas de uma vidente charlatã. Infeliz com o seu casamento, Sally desenvolve uma paixoneta pelo seu atraente chefe, proprietário de uma galeria de arte, Greg, enquanto Roy, um romancista que aguardar com nervosismo uma resposta ao seu último manuscrito, fica alucinado com Dia, uma mulher misteriosa que o surpreeende quando este a observa pela janela."

Este filme encontra-se disponível para visionamento na Biblioteca Municipal.

Etiquetas:

quarta-feira, 21 de setembro de 2011
Livro da Semana




O Grito de Guerra da Mãe Tigre

de

Amy Chua







   





  "Amy Chua, filha de pais chineses, é uma brilhante professora de Direito na Universidade de Yale, autora de dois livros aclamados pela crítica.
     O marido, americano, também é professor universitário. Têm duas filhas, Sophie e Lulu.
     O Grito de Guerra da Mãe Tigre é a confissão de Amy, o desassombrado relato de uma educação levada a extremos. A autora decidiu educar as filhas tal como tinha sido educada: com um grau de exigência absolutamente maníaco. Obrigou a mais velha a estudar piano, a mais nova a estudar violino. Quatro horas por dia e o dobro aos fins de semana. Proibiu a TV, os jogos de computador, as dormidas fora de casa, as peças da escola. E impôs que tivessem nota máxima em todas as disciplinas.
Sophie cumpriu. Lulu revoltou-se. E a vida em família transformou-se num campo de batalha.
O Grito de Guerra da Mãe Tigre é a história de um sucesso e a história de um fracasso. Narrado com uma honestidade arrepiante, com uma crueldade que choca, é pontuado por um humor que surpreende a cada página.

Bestseller em todos os países onde foi traduzido, o livro obriga o leitor a repensar a cultura, a educação, o sucesso. E o papel que os pais desempenham na vida dos filhos." 

"Esta é a história de uma mãe, duas filhas e dois cães.

Deveria ser uma história sobre como os pais chineses são melhores a educar os filhos do que os pais ocidentais.

Mas em vez disso é acerca de um amargo choque de culturas, do efémero sabor da glória, e de como eu fui chamada à razão por uma miúda de 13 anos."

Amy Chua

Este livro encontra-se disponível na Biblioteca Municipal

Etiquetas:

terça-feira, 20 de setembro de 2011
TENHO MUITOS E VÁRIOS FILHOS
Tenho muitos e vários filhos. A última criança é precoce. Sempre deitada atentamente olha o nada. Penso: quantas aventuras tinha eu de passar, quantas dores sentir, quantas mortes superar, quantos acontecimentos experimentar, quantas sucessões rejeitar, para ver o mesmo. A última criança é precoce. Resta-me procurar o nome para ela, a fim de, como se diz, baptizá-la. 

Jorge Listopad, in "Contos Carcomidos"

Etiquetas:

segunda-feira, 19 de setembro de 2011
Novidades de Filmes



SCOLA, Ettore
Feios, porcos e maus
732 MNF (3347)

SHERIDAN, Jim
Entre irmãos
733 SHR (3331)



SANTIAGO, Roberto
A caminho de Santiago
732 SNT (3391)

ALLEN, Woody
Zelig
732 LLN (3378)

Etiquetas:

sexta-feira, 16 de setembro de 2011
Bom Fim-de-Semana!
Ilustradora Natalina Cóias

A Biblioteca Municipal de Grândola deseja a todos os utilizadores um excelente fim-de-semana.
Poema da Semana
Estudante

A minha vida de estudante
para sempre vou recordar.
A minha vida de estudante
nunca a irei lamentar.

Em vésperas de testes, só lia
e pouquíssimo estudava,
porque já tudo sabia
e bastante explicava.

A minha vida de estudante
para sempre vou recordar.
Eu era boa ensinante
pois atenta aprendi a estar.

A todo o estudante desejo
uns óptimos resultados.
É bom haver o anseio
de alguns "Bons" alcançados!

Minervina Dias in "Crescer com versos"

Etiquetas:

quinta-feira, 15 de setembro de 2011
Filme da Semana
O barco do rock

de

Richard Curtis

"Estamos em 1966 a melhor época da música pop e um banho de DJs carolas põem música Rock & Pop 24 horas por dia emitida a partir da Radio Rock, um barco que alberga uma malfadada rádio pirata ao longo do Mar do norte.
A bordo chega Carl, 18 anos, que é imediatamente enredado numa série de aventuras e desventuras hilariantes capazes de transformar a sua vida. E julgava a mãe dele que uma estadia no barco o faria endireitar-se - erro crasso!"

Este filme encontra-se para visionamento na Biblioteca Municipal.

Etiquetas:

quarta-feira, 14 de setembro de 2011
Livro da Semana






Raposas de Fogo

de

Joyce Carol Oates











National Book Award - Prémio Pulitzer

     "América, anos 50. As famílias começam a dissolver-se e surgem gangues de adolescentes. Os membros das Raposas de Fogo, um gangue feminino liderado pela carismática "Legs" Sadovsky, têm entre treze e dezasseis anos, defendem os fracos e os pobres, e visam conquistar os direitos que lhes são negados por uma sociedade hipócrita. Possuem armas e, acima de tudo, um segredo que nunca poderão contar, porque isso significaria o fim do seu desejo de justiça.

     Simultaneamente brutal e lírico, este romance é arrebatador, carregado de energia e iluminado por umja emoção intensa, Raposas de Fogo, a história secreta de uma irmandade de sangue marcada por uma fúria libertadora que arde com demasiada força para poder durar, é o romance mais forte e mais impiedoso até agora escrito por Joyce Carol Oates."

Este livro encontra-se disponível na Biblioteca Municipal

Etiquetas:

terça-feira, 13 de setembro de 2011
O Têpluquê
Era uma vez um menino que tinha um defeito de pronúncia. Não era capaz de dizer : dizia quê. Trocava  o pelo quê. Trocava o têpluquê. Em vez de dizer tasa, como toda a gente, dizia casa; em vez de dizer tão, dizia cão; em vez de dizer tapete, dizia carpete (às vezes deixava uns tês para trás, deixava uns quês para crás). E assim por diante: em vez de dizer tábua, dizia cábula; em vez de dizer tu, dizia (rabo); em vez de dizer Tomé, dizia Comé; em vez de dizer taxímetro, dizia caxímetro, etc. (em vez de dizer etc, dizia ecc.).
Esta história (em vez de dizer esta história, dizia esca escória) tem uma moral, é das que têm: é que todos os defeitos de pronúncia (como os outros defeitos todos, há uma história para cada defeito) têm também virtudes de pronúncia, senão eram defeitos perfeitos. Ao menino, como a toda a gente que tem defeitos de pronúncia, ENTARAMELAVA-SE-LHE a língua; este menino tinha sorte porque, como as letras do defeito dele eram o e o quê, a lingua ENCARAMELAVA-SE-LHE  e o menino gostva muito (goscava muico).

Manuel António Pina in "O Têpluquê e outras histórias"

Etiquetas:

segunda-feira, 12 de setembro de 2011
Inauguração da Feira de Agosto 2011 - Apresentação do Serviço de Biblioteca Itinerante de Grândola




sexta-feira, 9 de setembro de 2011
Bom Fim-de-Semana
Vann Nath (1946-2011)

Bom Fim-de-Semana para todos os utilizadores da Biblioteca Municipal
Poema da Semana
Data

Tempo de solidão e de incerteza
Tempo de medo e tempo de traição
Tempo de injustiça e de vileza
Tempo de negação

Tempo de covardia e tempo de ira
Tempo de mascarada e de mentira
Tempo de escravidão

Tempo dos coniventes sem cadastro
Tempo de silêncio e de mordaça
Tempo onde o sangue não tem rasto
Tempo de ameaça

Sophia de Mello Breyner Andresen, in "Livro Sexto"

Etiquetas:

quinta-feira, 8 de setembro de 2011
Filme da Semana

Indomável

de

Joel & Ethan Coen

"Indomável é uma poderosa história de vingança e coragem passada numa implacável e imprevísível região onde a justiça é simples e o perdão é raro.
Mattie Ross está determinada a vingar a morte do seu pai capturado Tom Chaney, o homem que o alvejou e matou por duas peças de ouro.
Apenas com 14 anos, ela consegue a ajuda de Rooster Cogburn, um U.S Marshal alcoólico, com um só olho, e muita vontade de disparar, e do duro Ranger do Texas LaBoeuf para caçar o fugitivo Chaney. Apesar das diferenças, a sua implacável determinação leva-os numa arriscada aventura que apenas pode levar a um resultado: à vingança."

Este filme encontar-se disponível para visionamento na Biblioteca Municipal.

Etiquetas:

quarta-feira, 7 de setembro de 2011
Livro da Semana





La Coca

de

J. Rentes de Carvalho















    "Manuel Galeano - que sempre tivera "o contrabando no sangue" - desapareceu inesperadamente antes de um segundo encontro. O primeiro, em Amesterdão, fora uma conversa saborosa no bar de um hotel (memórias de juventude e certas confidências sobre o presente), e é o ponto de partida para uma longa evocação e uma viagem sentimental: cinco décadas de história do tráfico entre o Minho e a Galiza. Negócios de cigarros, uísqui, barras de ouro, gado, café e, mais recentemente, droga. Com a história seguem também os seus deliciosos protagonistas (Diogo Romano, El Min, Sito Miñanco, o Pardal, o Pepe Mustafá e o Laurestim), que compõem o imaginário pícaro da região que o autor revisita para lembrar a sua primeira idade adulta.

     Mais do que uma viagem nostálgica e autobiográfica, La Coca é uma investigação literária e um pequeno tratado sobre os mecanismos da memória.
     Um romance breve, profundamente irónico e terno. Com a escrita luminosa de J. Rentes de Carvalho."

Este romance encontra-se disponível na Biblioteca Municipal

Etiquetas:

terça-feira, 6 de setembro de 2011
Quem é o burro?
     Era uma vez um estudante de Salamanca de regresso à faculdade após um fim-de-semana bem passado. Doía-lhe a cabeça, doíam-lhe os pés. Daria tudo para andar às cavalitas daquele burro, amarrado do lado de fora do casebre de um camponês! Mas tinha os bolsos vazios, e não lhe parecia que o camponês lho fosse emprestar a troco de nada. Então o nosso estudante congeminou um plano astuto.
     Quando o camponês saiu da sua choupana, não viu qualquer sinal do burro; só o estudante ali ajoelhado, com a brida do burro colocada à volta do pescoço.
     - Quem és? - perguntou o camponês.
     O estudante olhou por si abaixo: pés, mãos e tudo o resto que está pelo meio.
     - Terei eu sonhado? - perguntou. - Ou terá mesmo acontecido? Sonhei que era um burro. Espera lá. Lembro-me do meu professor - que também é uma espécie de mágico, pelo menos é o que dizem - lembro-me de ele me dizer que eu não estava a estudar o suficiente. Se eu estava tão empenhado em ser burro, disse ele... então... então... Oh! Será que ele me transformou em burro? O que lhe parece?
     O pobre homem não sabia o que pensar. Não podia fazer mais do que confiar nos seus olhos.
     - Bem, tens sido um bom trabalhador para mim - disse ele, tirando a brida.
     - Comunicarei isso mesmo ao meu professor. A propósito, como se chama?
     - António.
     - António. Lembrar-me-ei. Adeus.
     O estudante recolheu o burro de António ao virar da esquina, onde o tinha escondido, e foi o resto do caminho até Salamanca encavalitado em cima do animal.
     Mais tarde, nesse mesmo dia, António ia a caminhar até à cidade para comprar um novo burro, quando viu o seu velho burro amarrado a uma árvore com um letreiro pendurado à volta do pescoço: - Por favor, levem-me de volta para o António, o camponês.
     António sacudiu a cabeça: - Arreliaste o teu professor outra vez, não foi? Anda lá, então, vamos para casa. Pergunto-me quantos anos vais trabalhar para mim desta vez. 

Celeste Pereira (adaptação), in "Contos Divertidos"

Etiquetas:

segunda-feira, 5 de setembro de 2011
Novidades de Livros


CARVALHO, Mário de
A arte de morrer longe
82 LP-3 CRV

GERSÃO, Teolinda
A cidade de Ulisses
82 LP-3 GRS



VIEIRA, Alice
O que se leva desta vida
82 LP-3 VRA

MOREIRA, Pedro Guilherme
A manhã do mundo
82 LP-3 MRR

Etiquetas:

sexta-feira, 2 de setembro de 2011
Bom Fim-de-Semana!
Claude Monet

Os funcionários da Biblioteca Municipal desejam aos utilizadores um agradável fim-de-semana.
Poema da Semana
"Areias em flor"

Aqui, à beira-mar, perto da minha casa,
Nestes dias de Julho e sob um sol de brasa,
Todo o areal floriu, maravilhosamente,
Em lírios brancos duma graça alvorecente.

A areia de oiro e sequiosa cintila!
A onda, desfranjando a túnica tranquila,
Nem vem matar-lhe a sede: é uma renda de espuma...
Cor de lilás, no poente, esvoaça uma bruma;
E o céu é azul, o mar é azul, e o vento apenas
O enruga, como um leve acariciar de penas...
Cada rocha refulge e é lisa como um crânio,
E este ruidoso mar lembra um mediterrâneo.
Com reflexos de esmalte e gorgorões ondeantes
À luz que jorra num dilúvio de diamantes.
E para além a duna estende-se em barrancos,
Com graça lunar dos frescos liríos brancos.

Em pleno exílio, em longa febre tormentosa
Que fontes haverá? Quem sabe se uma rosa
Não abriu uma vez a perfumar os gelos!
Nas minas há filões da cor dos teus cabelos,
Minha filha, que ris e enches tudo de amor!
Numa caveira nasce às vezes uma flor!...

Nas areias a arder, os lírios encantados,
Que parecem de luar, nem de leve crestados,
São como em nós a flor eterna de poesia,
Sempre s desabrochar na imensa ruinaria
De ilusões a cair, como princesas mortas...
E vós todos que amais, que ides bater às portas
De ferro, o olhar febril e o gesto agonizante,
Vinde ver este areal hostil e chamuscante

Como teve também um sonho prodigioso,
Um sorriso de luz de uma candura etérea,
Que a natureza tem para a maior miséria...
Vinde aprender a amar e a procurar na vida
A flor que ela nos tem quase sempre escondida;
Vede se há coração, por mais negro e fechado,
Onde não possa abrir esse lírio nevado,
- Que a própria areia cria, e a que o vento de Deus
Leva o perfume pelo mar e pelos céus.

Júlio Brandão in "Obras de Júlio Brandão"

Etiquetas: ,

quinta-feira, 1 de setembro de 2011
Filme da Semana
"Narnia: a viagem do caminheiro da alvorada"

de

Michael Apted

"Regresse à magia e deslumbramento do épico universo de C. S. Lewis, neste terceiro capítulo da série de fantasia e aventura, Crónicas de Nárnia. Quando Lucy e Edmund Pevensie, juntamente com o seu primo Eustace, são engolidos por um quadro e transportados de volta a Narnia, eles juntam-se ao Rei Caspian e a um nobre rato de nome Ripchip a bordo do caminheiro da alvorada, um magnífico navio. Os corajosos viajantes desembarcam em ilhas misteriosas, confrontam criaturas místicas, e reúnem-se ao Grande Leão Aslan numa missão que vai determinar o futuro de Narnia!"

Este DVD encontra-se disponível para visionamento na Biblioteca Municipal.

Etiquetas: